MONÇÃO: Guia DEFINITIVO com 25 Dicas TOP! (2021)

Monção fica localizada entre montanhas clivosas e curvada sobre o magnífico rio Minho! Outrora local de combates sanguinários, hoje é uma vila de cenários naturais deslumbrantes! Venha connosco à descoberta de Monção!

MONÇÃO

Os vales são perfeitos para a agricultura e as montanhas excelentes para a pastorícia (criação e manutenção de gado). As muralhas de Monção protegem o centro histórico onde podemos visitar diversos monumentos centenários de que são exemplo, entre outros, a Igreja matriz e a igreja de Santo António dos Capuchos. Para lá das muralhas, as Caldas de Monção (com as suas águas medicinais) são uma forte atração que não pode deixar de conhecer. Ao longo deste artigo vamos dizer-lhe tudo o que deve visitar e saber sobre Monção.

MONÇÃO
MONÇÃO

ONDE FICA MONÇÃO?

Se mora no Porto e vai viajar de carro, precisará de apenas 1h32 (134 quilómetros) para fazer a viagem. Se mora em Lisboa, prepare-se para uma viagem (pela autoestrada) que durará 4h24 (442 quilómetros). Um esforço que será largamente recompensado!

O QUE VISITAR EM MONÇÃO?

A lista é longa porque a vila é muito bonita. Preparámos-lhe um mapa para o ajudar a planificar a sequência dos seus passeios.

TORRE DA LAPELA

Está localizada na vila de Lapela e foi erigida na margem esquerda do rio Minho. A torre da Lapela é aquilo que sobra de um antigo castelo o qual defendia um sítio pouco profundo do rio Minho. Há muitas dúvidas sobre a data de construção desta fortificação. Algumas fontes referem que foi construído antes do reinado do primeiro rei de Portugal. Outras referências apontam para uma construção realizada durante o tempo de Dom Afonso Henriques.

O castelo terá sido destruído no ano de 1709 para providenciar material (pedras) para uma outra estrutura defensiva construída em Monção. Da fortificação original sobra uma torre de 35 metros de altura, com 4 andares, paredes de 3 metros de espessura e uma estrutura quadrangular com 10 metros de largura.

Em 1940, o Estado Novo restaurou a torre no âmbito das comemorações da nação. Em 2016 foi reabilitada a torre de menagem. Um ano mais tarde, abriu as suas portas ao público e lá podemos visitar o núcleo museológico da torre da Lapela.

VISITA VIRTUAL À TORRE DE LAPELA EM MONÇÃO

FORTALEZA DE MONÇÃO

É um monumento nacional desde 1910 e terá sido construído durante o reinado de Dom Dinis (1305-1308). De referir que não há unanimidade sobre as origens desta fortificação. Algumas referências históricas apontam para a existência de uma fortificação anterior ao reinado de dom Afonso III (1248-1279). Aquilo que hoje podemos visitar é o resultado de uma alteração efetuada na 2ª parte do século XVII. Esta alteração permitiu a construção dos caminhos de ferro, da Avenida Caldas e da requalificação de uma estrada. Se visitar a fortaleza, guarde alguns minutos para um passeio relaxante com os olhos postos no maravilhoso rio Minho.

FORTALEZA DE MONÇÃO
FORTALEZA DE MONÇÃO

PALÁCIO DA BREJOEIRA

Fica situado em Pinheiro, a 6 quilómetros de Monção. Foi construído no início do século XIX como parte integrante de uma enorme propriedade onde se podem encontrar 8 hectares de bosque, 3 de jardim e 18 de vinha. O imponente e luxuoso palacete foi uma moradia dos grandes fidalgos portugueses. Em 1901 o palácio foi alvo de obras de restauração valorizado com a construção de uma capela, um lago e um teatro. As paredes da escadaria foram forradas a azulejo. 9 anos mais tarde, em 1910, o palácio passou a ostentar o título de monumento nacional.

palácio da brejoeira Monção
PALÁCIO DA BREJOEIRA

LAGOA DA BREJOEIRA

Se for visitar o palácio da Brejoeira, não se esqueça de guardar alguns minutos para contemplar com calma o belo lago artificial que lá encontrará. A lagoa fica inserida num enorme parque de 18 hectares de vinhedos, bosques e jardins. Um espelho de água em tons esverdeados e abraçado por uma vegetação abundante. Um cenário idílico que não pode perder!

LAGOA DA BREJOEIRA
LAGOA DA BREJOEIRA

JARDINS DO PALÁCIO DA BREJOEIRA

Os jardins apresentam-se luxuriantes e em estilo inglês. Um desenho do início do século XIX onde se pode ver um lago, esculturas várias e fontes diversas. Esta conjugação de elementos oferece a este jardim uma atmosfera romântica e tranquila. A melhor altura para visitar o jardim da Brejoeira é a primavera, altura do ano em que a vegetação se encontra mais luxuriante.

JARDINS DO PALÁCIO DA BREJOEIRA
JARDINS DO PALÁCIO DA BREJOEIRA

IGREJA MATRIZ DE MONÇÃO

Foi erigida no ano de 1308 durante o reinado de dom Dinis. A arquitetura do monumento é o resultado dos estilos manuelino, gótico, barroco e maneirista. O pórtico da igreja tem um estilo românico e é a grande atração da igreja. No seu interior encontra-se a capela fúnebre de Deu-la-Deu Martins, a mais famosa figura histórica (lenda) de Monção a que faremos referência neste artigo. O templo ostenta o título de Imóvel de interesse público.

IGREJA MATRIZ MONÇÃO
IGREJA MATRIZ DE MONÇÃO

IGREJA DA MISERICÓRDIA

Situada na praça Deu-la-Deus, a igreja da misericórdia apresenta uma arquitetura de transição do maneirismo para o barroco. A primeira referência escrita à igreja data de 1576. O seu exterior é belo mas o interior é belíssimo! Dentro do templo podemos admirar a nave, uma capela-mor e um acervo muito interessante e bem preservado. Visitar a igreja da misericórdia é fazer uma viagem no tempo.

IGREJA DA MISERICÓRDIA MONÇÃO
IGREJA DA MISERICÓRDIA

IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DOS CAPUCHOS

Uma igreja conventual com uma arquitetura similar a outras igrejas da cidade de Monção. Foi construída no século XVII e apresenta um interior que mistura os estilos neoclássico, rococó e barroco. No interior de uma das paredes encontramos uma capela do século XX em homenagem a Nossa Senhora de Lourdes (a capela recria a aparição da senhora). Vale a pena visita!  

IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DOS CAPUCHOS MONÇÃO
IGREJA DE SANTO ANTÓNIO DOS CAPUCHOS

CONVENTO DOS CAPUCHOS

O convento dos capuchos foi construído no século XVI. Inicialmente deu guarida a freiras e mais tarde a frades. Em 1834 foi extinta a ordem religiosa de Monção e o antigo convento foi muitas coisas desde então: escola, tribunal e local de habitação. Em 1905 foi comprado por José Rodrigues (avô dos proprietários atuais). No início do século XXI, o espaço deu lugar a um hotel rural que manteve os traços do antigo convento adicionando o conforto de um hotel de 4 estrelas.

CONVENTO DOS CAPUCHOS
CONVENTO DOS CAPUCHOS

CASA DO CURRO

O edifício foi construído no século XVII e renovado em 1984. Hoje em dia, a casa do Curro é um local de cultura recebendo diversas iniciativas e atividades culturais. Se gosta de vinho verde, vais gostar de saber que na casa do Curro decorrem com frequência provas do famoso vinho Alvarinho da região de Monção.

CASA DO CURRO MONÇÃO
CASA DO CURRO

MUSEU DO ALVARINHO

É na anteriormente citada casa do Curro que fica albergado o museu do Alvarinho. Um espaço que tem como objetivo dar a conhecer o ambiente, a região e as pessoas que tornam este vinho verde diferente. Um museu “vivo” que divulga e promove o presente sem nunca esquecer o passado. Se visitar o Museu do Alvarinho, vai compreender melhor como o conhecimento e as tradições passaram entre gerações e como esse saber foi importante para o desenvolvimento da região.

museu do alvarinho monção
MUSEU DO ALVARINHO

ESTÁTUA DE DANAIDE

Comecemos por referir que a fonte foi construída em 1837. Há quem lhe chame Danaide e há quem lhe chame estátua Deu-la-Deus Martins, a grande figura (lenda) da cidade. Curiosamente, na parte inferior da figura encontramos o nome Danaide e logo depois Deu-la-Deu Martins no brasão de Monção (1869). Mas afinal de contas quem representa a estátua?

Apesar de estarmos em plena praça Deu-la-Deus Martins, a figura que lá encontramos é de facto Danaide, uma figura mitológica grega. Desde 2016 que a estátua é iluminada.

CHARAFIZ DE DANAIDE
CHAFARIZ DE DANAIDE

PARQUE DAS CALDAS, MONÇÃO

Quando a temperatura sobe, o parque das Caldas em Monção é o sítio perfeito para refrescar o corpo e as ideias, passear e fazer um pic nic. Um local fresco, muito bonito e à beirinha do rio Minho. Tem um parque infantil para os mais pequenos, tem restaurantes, piscinas e vistas deslumbrantes. Absolutamente a não perder!

PARQUE DAS CALDAS EM MONÇÃO
PARQUE DAS CALDAS EM MONÇÃO

TERMAS DE MONÇÃO

Desde o século XVII que são exploradas as fontes de água termal que se encontram próximas do rio Minho. A estância termal de Monção data do século XIX e foi substituída nos anos 90 (do mesmo século) por um edifício mais contemporâneo. É lá que presentemente encontramos o centro TESAL termas de Monção, o mais impressionante centro de Balneoterapia do Norte do país (uma estrutura com 5000 metros quadrados). As águas emergem a 49,5 graus e têm um PH de 7.4. Um local magnífico onde a história e tradição se misturam com o modernismo.

TERMAS DE MONÇÃO
TERMAS DE MONÇÃO

CENTRO INTERPRETATIVO DO CASTRO DE SÃO CAETANO

Durante a década de 80 (do século passado), três castros (antigos aglomerados de casas e fortificações) foram recuperados. O castro de São Caetano foi um deles. Situa-se no lugar do Outeiro (Longos Vales) e alberga hoje o Centro interpretativo da Cultura Castreja.  O centro abriu as suas portas em 2009 e dá um importante contributo a todos aqueles que querem saber mais sobre os castros e o castro de São Caetano em particular.

CASTRO DE SÃO CAETANO MONÇÃO
CASTRO DE SÃO CAETANO

ECOPISTA DO RIO MINHO

A Ecopista do rio Minho segue o velhinho troço ferroviário que fazia a ligação entre Valença e Monção, correndo paralelo ao rio Minho numa extensão total de 40 km. Uma oportunidade para ligar a saúde ao prazer e que lhe dará a conhecer vinhas, campos agrícolas, praias e vistas absolutamente paradisíacas para o rio Minho. De salientar ainda a riqueza da fauna e da flora que encontrará ao longo deste troço. Belíssimo!

ECOPISTA DO RIO MINHO
ECOPISTA DO RIO MINHO

ALDEIA DE PONTE DE MOURO

12 minutos e 8,6 quilómetros separam a vila de Monção da aldeia de Ponte de Mouro. Uma aldeia repleta de história e beleza! Em Ponte de Mouro podemos encontrar uma ponte medieval muito antiga sobre o rio Mouro, cuja primeira referência escrita data de 1386. Falamos de uma construção impressionante por se encontrar a grande altitude fazendo a ligação entre duas estruturas rochosas. A praia fluvial da aldeia é outra das atrações. Perfeito para passar uma tarde de praia e dar uns mergulhos nas águas cristalinas do rio Mouro!

PRAIA FLUVIAL DE PONTE DE MOURO
PRAIA FLUVIAL DE PONTE DE MOURO

MOSTEIRO DE LONGOS VALES

Não se sabe com exatidão a data de construção deste monumento. Foi um dos mosteiros mais importantes do Alto Minho durante a idade média tendo atingido grande relevância nos séculos XII e XIII. Do ponto de vista arquitetónico, identificam-se elementos neoclássicos, maneiristas e românicos. Foi declarado monumento nacional em 1926 mas ainda assim encontra-se abandonado à sua sorte…

MOSTEIRO DE LONGOS VALES
MOSTEIRO DE LONGOS VALES

CÂMARA MUNICIPAL DE MONÇÃO

É um belo edifício que podemos encontrar no largo de Camões. Terá sido construído e pertencido a uma família abastada (a julgar pela imponência do seu traçado). Tal como diversos outros edifícios do centro histórico de Monção, foi recuperado, restaurado e posteriormente ocupado pela Câmara Municipal de Monção.

CÂMARA MUNICIPAL DE MONÇÃO
CÂMARA MUNICIPAL DE MONÇÃO

HISTÓRIA DE MONÇÃO

O rio Minho foi sempre um elemento natural que atraiu as povoações ancestrais para as suas margens. Ao longo do tempo foram encontrados diversos objectos arqueológicos que comprovam a presença do homem desde o tempo da pré-história (início dos tempos até 3500 AC). Os lugares mais elevados (e consequentemente mais seguros) de Monção foram, em alguns momentos da história, igualmente procurados pelas povoações. Foram encontrados vestígios de povoações ancestrais na serra das Antas que datam de 8000 – 3000 AC. Sabe-se que, entre o ano 500 e 100 AC, se deu um crescimento demográfico em todo o Nordeste da Península Ibérica. Deste fenómeno resultaram diversos castros/povoados castrejos (aglomerados de casas de pedras e fortificações em locais elevados). Em redor da vila de Monção, foram encontrados inúmeros vestígios (nas décadas de 70 e 80) que comprovam a ocupação dos Romanos. As pontes e os cemitérios romanos são as estruturas mais relevantes da passagem deste povo.

ponte romana monção
PONTE ROMANA DE MONÇÃO

Mais tarde, foram os povos nórdicos (os suevos) quem ocupou a região e dela extraiu os metais necessários para o seu armamento. A vila terá surgido na época medieval (não é conhecida a data exata). Alguns historiadores apontam o reinado de Dom Sancho I como aquele em que se iniciou este aglomerado de casas e fortificações a que mais tarde chamaram Monção (a primeira referência escrita conhecida data de 1258).

DEU-LA-DEU MARTINS

É uma figura lendária da história de Monção e tem uma estátua na vila. De acordo com a lenda, enganou os castelhanos durante as guerras Fernandinas (conflito entre Dom Fernando (à data rei de Portugal), e dom Henrique de Castela no século XIV). Reza a lenda que os castelhanos montaram um cerco duradouro à vila de Monção. No interior das muralhas defensivas a comida começava já a rarear. Foi então que Deu-la-Deu recolheu a escassa farinha existente e fez os últimos “panitos”. De seguida, subiu à muralha, atirou os pães aos castelhanos e gritou:

“A vós, que não podendo conquistar-nos pela força das armas, nos haveis querido render pela fome, nós, mais humanos e porque, graças a Deus, nos achamos bem providos, vendo que não estais fartos, vos enviamos esse socorro e vos daremos mais, se pedirdes!”

DEU-LA-DEU MARTINS

Os castelhanos, acreditando existir ainda muitos recursos dentro da fortificação, decidiram levantar o cerco e regressaram a Castela.

PRAÇA DEU LA DEU MARTINS
PRAÇA DEULADEU MARTINS

OUTRAS ATRAÇÕES PERTO DE MONÇÃO

Monção tem uma enorme lista de atrações para visitar. 3 dias é um período de tempo que consideramos adequado para ir com calma e conhecer aquilo que de mais importante por lá existe. Se decidir passar mais tempo no Minho, então sugerimos que visite também duas outras pequenas cidades perto de Monção: Valença e Melgaço.

valença do minho
VALENÇA DO MINHO

De Monção a Valença distam apenas 17 quilómetros, uma distância que se percorre em 20 minutos de carro. A cidade de Valença é especialmente famosa por ser a porta de saída daqueles que fazem o caminho de Santigo. Em Valença destacam-se as vistas soberbas para o Rio Minho, o qual faz uma fronteira natural entre Portugal e Espanha. O centro histórico, as capelas e as igrejas são outros elementos de grande interesse turístico em Valença. Uma cidade que vale a pena visitar!   

melgaço
MELGAÇO

23 quilómetros e outros tantos minutos separam Monção de Melgaço. Diz-se que Melgaço fica longe, quase em Espanha… Por isso adiamos a visita a uma das vilas mais bonitas de Portugal. Faz parte do parque natural nacional Peneda-Gerês e as suas paisagens naturais são obviamente uma das suas grandes atrações. Mas há muito mais para ver e conhecer em Melgaço: ruínas arqueológicas, o centro histórico, a igreja matriz, a igreja da misericórdia, o solar do alvarinho, o museu do cinema, as termas e muito mais. Se aceitar a nossa sugestão e visitar Melgaço para ficar surpreendido!

GASTRONOMIA DE MONÇÃO

 A vila de Monção tem para oferecer a quem a visita um alargado número de pratos típicos. Se gosta de peixe não deixe de experimentar o sável, o arroz de lampreia do rio Minho e o salmão. Se prefere carne, então prove o cordeiro assado (famoso como “foda à Monção”). De salientar que este último prato (de nome dado a trocadilhos), ostenta o galardão de uma das “7 maravilhas gastronómicas de Portugal”. Se gosta de doces, não deixe de comer as “barriguinhas de freira” e as “roscas de monção”.

FODA À MONÇÃO
FODA À MONÇÃO

EVENTOS GASTRONÓMICOS

No final do mês de fevereiro tem lugar uma iniciativa gastronómica que promove o “arroz de lampreia” e as “barriguinhas de Freira”. O evento atrai imensos turistas nacionais que podem apreciar a gastronomia e o evento de perícia automóvel que tem lugar no centro histórico da vila. Outubro é o mês de promoção do cordeiro à Monção (o famoso “Foda à Monção”).  

MURALHAS DE MONÇÃO

Quem gosta de vinho verde, conhece o “Muralhas de Monção”! Um vinho famoso e reconhecido não apenas em Portugal como também noutros países da europa, de áfrica e do continente americano. Um néctar que resulta da conjugação da qualidade das uvas da região e da moderna tecnologia de vinificação.

muralhas de monção
MURALHAS DE MONÇÃO

RESTAURANTES EM MONÇÃO

RESTAURANTE RUA D

Restaurante pequeno e acolhedor. Mais de 150 comentários, um cifrão (referência de preço), mais de 155 comentários no Google e uma classificação global de 4,4 estrelas (máximo de 5 estrelas). Serve comida tipicamente caseira acompanhada por um serviço eficaz.

RUA D
RESTAURANTE RUA D

BISTRO DON GENARO

Mais de 75o comentários e uma classificação global de 4,5 estrelas (num máximo de 5). Apresenta-se como um restaurante de 1 cifrão apenas. Os comentários elogiosos referem a atmosfera e o ambiente do restaurante que transporta os clientes para um ambiente Italiano (pense no filme “O padrinho”). Os hambúrgueres e as sobremesas são muitíssimo elogiadas.

BISTRO DON GENARO
BISTRO DON GENARO

HOTEIS EM MONÇÃO

HOTEL FONTE DA VILA

É a unidade hoteleira que apresenta a melhor relação entre preço e qualidade na localidade. Hotel de 3 estrelas com mais de 230 comentários e uma classificação global de 4,2 estrelas (num máximo de 5). Conte com um ótimo pequeno almoço, quartos limpos e muita simpatia.

HOTEL FONTE DA VILA
HOTEL FONTE DA VILA

SE GOSTOU DESTE ARTIGO TAMBÉM VAI GOSTAR DE…

VILA NOVA DE CERVEIRA (clique na imagem)
PONTE DA BARCA (clique na imagem)