Mondim de Basto: para EXPLORADORES da natureza! (2021)

A bela vila de Mondim de Basto fica na fronteira entre Trás-os-Montes e o Minho, no lado esquerdo do rio Tâmega. O alto da senhora da Graça é um dos símbolos da localidade. Como sabe, é o sítio onde termina todos os anos a mais famosa etapa da volta a Portugal em bicicleta!

MONDIM DE BASTO

Mondim de Basto é na encosta do Monte Farinha. É uma zona de enorme beleza! Entre montes e vales paradisíacos encontrará uma beleza imune à passagem do tempo. O Parque Natural do Alvão talvez seja o expoente máximo deste sentimento.  

ONDE FICA MONDIM DE BASTO?

Se vai partir de Lisboa, prepare-se para 3h49 de viagem (388 quilómetros de distância). Caso more no Porto, são apenas 87 km, uma distância que percorrerá em cerca de 70 minutos.

O QUE VISITAR EM MONDIM DE BASTO?

Mondim de Basto é um lugar pequeno mas encantador! Perto, encontrará inúmeros locais de interesse. As atrações turísticas estão conectadas por estradas que lhe proporcionarão paisagens de cortar a respiração! Aqui fica um mapa para o ajudar a planear as suas viagens em redor de Mondim de Basto. Esperamos que seja útil. Divirta-se!

CENTRO HISTÓRICO

O centro histórico de Mondim de Basto cresceu em redor da capela do Santíssimo Sacramento e da Paixão do Senhor. A sua riqueza cultural, religiosa e patrimonial fazem da capela  o monumento mais importante da vila. Sugerimos que passeie pelo centro histórico e que observe as casas de granito, os becos, as casas senhoriais, os recantos e as ruelas de Mondim.

centro histórico mondim de baixo

No centro da vila encontrará uma rua chamada de “Rua Velha”. Lá, moravam um grupo de pessoas ligadas a diversas áreas profissionais e também a diferentes classes sócio-económicas: pobres, ricos e remediados.

Na zona do “Outeiro” (Escorido) juntaram-se as famílias grandes e gente “habilidosa”. Muitos deles tornaram-se artistas proeminentes na área da moda, da música e de artes mais imediatas como sapateiros e armadores. Mas também a produção de redes de pesca, lojas, oficinas, tabernas e teatros fizeram do centro histórico um local muito procurado pelos residentes da região.

foto antiga mondim de baixo

Durante séculos, a ausência de água canalizada obrigou os residentes a encontrarem-se com os fontanários e os seus tanques de forma assídua.

SENHORA DA GRAÇA

É na famosa ermida da senhora da Graça que termina todos os anos a mais difícil prova da Volta a Portugal em Bicicleta. Ergue-se a 1000 metros de altura. Como a fotografia comprova, é um local mágico e com uma vista deslumbrante.

senhora da graça mondim de baixo

Sítio de lendas e de história, é um destino obrigatório para os crentes e para quem adora a natureza.

PARQUE NATURAL DO ALVÃO

O Parque natural do Alvão ocupa uma área extensa (7220 hectares). O rio Olo e a queda de água das Fisgas do Ermelo são as grandes atracções de um parque belíssimo. É uma área com formações rochosas de granito e xisto. Tem extensões agrícolas com centeio, batata, milho e lameiro onde é criado o gado Maronês.

parque alvão mondim de baixo

Se gosta de plantas, vai gostar de saber que no Parque do Alvão vai poder observar plantas raras como é o caso da orvalhinha (uma planta carnívora). Relativamente à fauna, destaca-se a presença do lobo-ibérico, répteis e anfíbios.

FISGAS DE ERMELO

As fisgas de Ermelo ficam 14 quilómetros (28 minutos de carro) de Mondim de Basto. É a atracção maior do parque Natural do Alvão.

Aqui vai encontrar uma queda de água lindíssima e uma das maiores do continente europeu (uma queda de 400 metros). É uma estrutura natural com 480 milhões de anos! A fractura das rochas deu origem ao “enfisgamento” do Rio Olo. Está assim explicada a etimologia (origem da palavra) das fisgas do Ermelo.

fisgas de ermelo

Aqui foram encontrados vestígios de organismos marinhos com milhões de anos e há muito tempo extintos. São muitos os turistas que visitam este local! Para além da famosa queda de água, também poderá desfrutar de lagos naturais designadas por “piocas”. Perfeito para uns mergulhos em águas cristalinas e refrescantes!

Desde 2016 que existe um percurso para aqueles que gostam de caminhadas (PR3 Fisgas de Ermelo).  Se fizer este trilho, desfrutará ao longo do caminho de perspectivas incríveis e de encontros surpresa com a fauna residente.  Irá também atravessar aldeias perdidas no espaço e no tempo e descobrirá que ainda é possível viver de outra forma no nosso país.

ALDEIA DE VARZIGUETO

Fica a 18,7 quilómetros (28 minutos de carro) de Mondim de Basto.

É uma aldeia “perdida” na montanha. De mãos dadas com o rio Olo que se precipita a curta distância nas já citadas fisgas de Ermelo.

Terra de pastores e de rebanhos. Uma aldeia idílica cercada por montanhas que abraçam a aldeia! Mais uma pérola do parque Natural do Alvão. O sítio perfeito para parar, respirar e reflectir.

aldeia de varguizeto

RIO OLO

Mondim de Basto fica relativamente perto do parque natural do Alvão (30 minutos de carro) e é lá que nasce o rio Olo, precisamente nas “fisgas” (já antes citadas neste artigo). Nasce na freguesia de Olo a quem deve o seu nome. Desce por 36 quilómetros e perde-se no rio Tâmega. Ao longo do seu caminho, passa por Rebordelo, Fridão, Olo e Vila Chã do Marão. Quem o observa é presenteado com cenários de quedas de águas e vistas deslumbrantes.

RIO OLO

PONTE DE VILAR DE VIANDO

Começamos por clarificar como pode lá chegar. Fica a 1 quilómetro do centro. Se chegar a Mondim a partir de Vila Real (estrada nacional 304), depois de passar o rio Cabril, do lado direito, encontrará uma sinalética que indica o parque de campismo e também a Ponte Medieval.

PONTE DE VILAR DE VIANDO

A Ponte de Vilar de Viando é uma estrutura medieval feita em granito. Inserida num ambiente puramente rural. Diz-se que terá sido por esta ponte que os Romanos e os franceses terão atravessado o rio Cabril (o qual nasce no Planalto e se dilui no Tâmega).

Por aqui continuam a passar os peregrinos a caminho de Santiago. Desde 1990 que ostenta o galardão de “imóvel de interesse público”. Em 2003 foi alvo de reparações.

Perto da ponte medieval vai encontrar alguns locais onde poderá dar uns mergulhos. No Verão o calor aperta por aqui!

ALDEIA DE TRAVASSOS

A aldeia de Travassos fica perto do parque Natural do Alvão a 15 quilómetros do concelho.  Situa-se a uma altitude de 800 metros e faz parte da rede Nacional das “Aldeias de Portugal”.

As características naturais e arquitectónicas (com magníficos elementos de granito) são elementos de grande atractividade. Mas a aldeia tem ainda outras atracções que não deve deixar de visitar: espigueiros, as alminhas, o lavadouro público, o fontanário e os campos envolventes.

aldeia de travassos

A aldeia de Travassos foi intervencionada recentemente.

O RIO TÂMEGA E A SUA PONTE

A beleza de Mondim de Basto deve muito ao Rio Tâmega! Não deixe de jantar fora num restaurante à beira rio para que possa apreciar toda a beleza que o envolve!

A magnífica ponte sobre o rio Tâmega foi construída no ano de 1882. É em Entre-os-Rios que o rio termina a sua viagem e desagua, depois de uma viagem de 165 quilómetros que se inicia em Espanha. Ao longo do seu percurso, o rio atravessa as cidades de Amarante e Chaves.

ponte mondim de basto rio tâmega

São muitas e belas as praias fluviais do Tâmega, bem como os desportos náuticos que lá têm lugar, com especial destaque para os percursos de canoagem e para a pesca.

PONTE DA VÁRZEA (também conhecida como ponte dos presuntos)

Fica situada na freguesia de Ermelo (pertence ao concelho de Mondim de Basto). À semelhança da ponte do Cabril, foi no passado usada para fazer a ligação entre Chaves e Favaios.

O rio Olo é famoso por ser extremamente límpido e gelado! Nasce em Lamas de Olo e desagua no rio Tâmega em Amarante num percurso total de 35 quilómetros (fica próximo das famosíssimas Fisgas de Ermelo).

Ponte da Várzea

Caso queira passar uma bela tarde de Verão, experimente as áreas próximas da ponte de Ermelo ou a zona de merendas da junta de freguesia.

PONTE DOS CABRESTROS

A ponte dos Cabrestos (ou do Poio) fica na freguesia de Atei, a cerca de 15 quilómetros (24 minutos de carro) de Mondim de Basto. O Rio poio desagua no rio Tâmega perto da ponte. Para lá chegar tem de ir pelo lugar de Bormela. Tem de utilizar a EN312 para atravessar Bormela. A ponte do Poio fica no final deste lugarejo à esquerda.

A estrada (algumas vezes) não se encontra em bom estado. Mas a sua visita será recompensada pois a ponte é belíssima.

ponte dos cabrestos mondim de basto

QUEDAS DE ÁGUA DO RIO CABRÃO

Só pelo nome do rio já vale a pena visitar o sítio!

Fica a 14,4 km de Mondim de Basto (24 minutos de carro). E porque o sinal GPS pode ser fraco nesse local, aqui ficam algumas indicações “à antiga”. Para lá chegar, tem de passar a aldeia de Bilhó (outro belo nome). De seguida encontrará um cruzamento no qual deve seguir em frente por 1 quilómetro. À esquerda irá encontrar uma magníficas cascatas “abraçadas” pelo verde das montanhas. Saia do carro e deixe-se ficar por algum tempo. Aprecie os sons da natureza e o isolamento do local!

quedas de água do rio cabrão

Caso pretenda ver “o outro lado” da queda de água, deve seguir o acesso por Pioledo. Não se vai arrepender, é garantido!

VISITA VIRTUAL A MONDIM DE BASTO

GASTRONOMIA EM MONDIM DE BASTO

Se visitar Vouzela, não pode perder a famosa Vitela de Lafões e os seus produtos regionais.

Caso seja um turista gastronómico, então planeie a sua visita para a Primavera. É nesta estação que se realiza o “festival Gastronómico da Vitela de Lafões”. Neste festival podem-se comer almoços, jantares e petiscos diversos. A acompanhar os comes e bebes há ainda passeios turísticos de comboio e música regional (ranchos folclóricos).

ONDE COMER BEM E BARATO EM MONDIM DE BASTO?

ADEGA REGIONAL ESCONDIDINHO

Restaurante de um cifrão (€). Mais de 440 comentários no Google e uma classificação geral de 4,6 estrelas (num máximo de 5). O espaço é bonito e acolhedor com paredes revestidas a granito. A comida é caseira e destaca-se a qualidade da carne. A relação entre preço e qualidade e muito elogiada nos comentários online.

adega escondidinho mondim de baixo

O único senão poderá ser o tempo de espera para conseguir uma mesa (o restaurante é muito famoso na região e, consequentemente, muito procurado). Ah, mais uma coisa, como pode ver na imagem o restaurante tem Sport TV, critério super importante para quem, como eu, gosta de futebol!

ALOJAMENTO EM MONDIM DE BAIXO

ÁGUA HOTELS MONDIM DE BASTO

Hotel de 4 estrelas. Tem mais de 2100 comentários no Google e uma classificação de 4,4 estrelas (num máximo de 5). Tem duas piscinas exteriores de onde poderá desfrutar da beleza natural que “abraça” o hotel. A comida do hotel é também muito elogiada pelos hóspedes.

água hotels mondim de baixo

Não é barato mas apresenta uma qualidade acima da média.

HOSTEL CARVALHO

Alojamento muito central (junto ao parque urbano municipal). Tem mais de 100 avaliações no Google e uma classificação geral de 4,3 (em 5). Tem opção de quartos individuais. O pequeno-almoço é muito elogiado pelos clientes.

ALOJAMENTO BARATO EM MONDIM DE BAIXO

A limpeza e a simpatia do pessoas também são bastantes referidos nos comentários online.

HISTÓRIA

Os vestígios da presença humana nesta região datam do século VI AC (civilizações Castrejas). Os Castros eram aglomerados de casas feitos (obviamente) em pedra e protegidas por estruturas defensivas. Terá sido no século II AC que os Romanos conquistaram estes aglomerados. Não existem vestígios arqueológicos que comprovem a passagem de outros povos neste lugar.

Durante muitos séculos, Mondim de Basto conservou as suas tradições rurais. A agricultura ainda hoje é uma importante área económica. Desta “alma” conservadora e rural, resultaram inúmeros templos religiosos de que são exemplo: a igreja românica matriz e as capelas do senhor.

Também a antiquíssima Ponte de Vilar de Viando merece um olhar atento. Neste artigo vamos dizer-lhe tudo o que tem de visitar em Mondim de Basto.

Alvão mondim de baixo

O QUE VISITAR PERTO DE MONDIM DE BASTO?

Mondim de Basto fica no interior norte do país, um local envolto numa beleza de cortar respiração. De entre as muitas atrações que se podem visitar, nenhuma me dá tanto prazer como viajar de carro por aquelas estradas sinuosas a altitudes diversas. Para quê? Para apreciar aquela incrível paisagem!

Assim, todas as recomendações que se seguem são ligadas por magníficas vistas! São dois prazeres, o da viagem e o prazer de visitar mais um local de grande beleza!

AMARANTE

Amarante fica a 29 minutos de carro de Mondim de Basto . Localiza-se nas margens do rio Tâmega. Uma cidade que oferece história, natureza, gastronomia, arte e religião. Poucas cidades oferecem tanto como Amarante!

GUIMARÃES

O berço da nação situa-se a 47 minutos de carro de Mondim de Basto. Uma cidade com um centro histórico belíssimo e um castelo que nenhum português pode deixar de visitar! Obrigatório!

PESO DA RÉGUA

A distância entre Mondim de Basto e o Peso da Régua é a maior entre todas as nossas sugestões (1h05). Mas a visita vale bem pena a pena! Um belo almoço seguido de um passeio junto ao rio Douro é algo que não deve dispensar!

VILA POUCA DE AGUIAR

São 49 minutos de viagem que ligam Mondim de Basto a Vila Pouca de Aguiar. Vila Pouca nasceu num vale que fica entre a serra da Padrela e a serra do Alvão. Se visitar esta vila conte com uma fabulosa gastronomia e com uma visita ao parque das Pedras Salgadas. Se precisa de retemperar energias, Vila pouca a o sitio que procura!

SE GOSTOU DESTE ARTIGO, TAMBÉM VAI GOSTAR DE…

VOUZELA
VOUZELA (CLIQUE NA IMAGEM)
MIRANDA DO DOURO
MIRANDA DO DOURO (CLIQUE NA IMAGEM)