PESO da RÉGUA: 15 Dicas TOP para a sua visita! (2021)

Peso da Régua é o coração do Alto Douro Vinhateiro. Monte acima e monte abaixo, a paisagem da Régua pode comparar-se às linhas delicadas de uma escultura de mármore arrancada da dura pedra. Quem esculpiu as encostas foram as mãos e o cansaço de quem, geração após geração, plantou as vinhas, colheu as uvas e fez o vinho.

PESO DA RÉGUA
PESO DA RÉGUA

PESO DA RÉGUA

Esta assombrosa paisagem foi classificada como Património Mundial pela UNESCO em 2001.Desta região brotam os melhores vinhos do Douro, incluindo o famoso Vinho do Porto, que será dos mais antigos e excelsos embaixadores de Portugal. Peso da Régua é uma cidade transmontana, no distrito de Vila Real. Fica a cerca de 116 km da cidade do Porto, onde se encontra o aeroporto internacional Francisco Sá Carneiro. A viagem do Porto à Régua dura cerca de 1h15 de carro. Se for de táxi, a viagem poderá variar entre os 65€ e os 85€. De comboio, o percurso dura 1h45 e custa de 7€ a 11€. Pode ainda viajar de camioneta. Neste caso, conte com quase 2h de caminho. O bilhete de autocarro varia entre 9€ e 11€.

Partindo de Lisboa a viagem é mais longa. São quase 360 Km, cerca de 3h30 de carro. De camioneta demora-se cerca de 6h35 e o bilhete custa entre 25€ e 35€. De comboio, são 5h40 de viagem, e tem de se fazer transbordo na estação de Porto Campanhã. O bilhete custa entre 31€ e 44€. Se optar pelo comboio pode aproveitar para ficar dois ou três dias no Porto e conhecer esta bela cidade antes de ir para a Régua.  

O QUE VISITAR NO PESO DA RÉGUA?

O Peso da Régua tem uma variedade de pontos atrativos do ponto de vista histórico, cultural, paisagístico e claro, enológico. Segue-se um mapa com a localizações das principais atrações do Peso da Régua.

ECOPISTA E FRENTE RIBEIRINHA

Assim que chegar ao Peso da Régua, será imediatamente atraído pela longa frente ribeirinha. É o rio e o cenário montanhoso que atraem e que convidam a um longo passeio junto ao Douro. Caso seja um amante de caminhadas ou de passeios de bicicleta, vá ainda mais longe no passeio e aproveite a magnífica Ecopista Ribeirinha.

ECOPISTA RIBEIRINHA PESO DA RÉGUA
ECOPISTA RIBEIRINHA PESO DA RÉGUA

IGREJA MATRIZ DO PESO DA RÉGUA

A Igreja Matriz fica na zona alta do Peso da Régua. Foi edificada no século XVII e dedicada a S. Faustino. No seu interior domina o altar-mor em talha dourada, onde se destaca uma pintura da Última Ceia, da autoria de Pedro Alexandrino de Carvalho. Para além do altar-mor, há outros seis, todos eles em talha dourada e cada qual dedicado a um santo. Os altares de maior devoção serão os de Nossa Senhora do Socorro e do Sagrado Coração de Jesus. Em setembro, celebra-se aqui a tradicional Missa das Vindimas, ponto auge da Festa das Vindimas, onde é abençoada a colheita vinhateira do ano. Nas redondezas da igreja, despertam o olhar os solares e casarios de outrora, alguns exibindo os brasões das antigas famílias.  

IGREJA MATRIZ DO PESO DA RÉGUA
IGREJA MATRIZ DO PESO DA RÉGUA

BIBLIOTECA DO PESO DA RÉGUA

É no antigo Palacete dos Barretos (um belíssimo edifício de 4 andares do século XIX), que encontramos a biblioteca do Peso da Régua. Fica no centro da cidade e foi pensado para os públicos de todas as idades. Um local que tem um importante papel na preservação da memória e da história da cidade ao mesmo tempo que mantém uma janela virada para o presente e para o futuro!

BIBLIOTECA DO PESO DA RÉGUA
BIBLIOTECA DO PESO DA RÉGUA

CAPELA DAS 7 ESQUINAS

Numa pequena encosta, abeirando as vinhas, encontra-se a Capela das 7 Esquinas, nome pelo qual é conhecida a Capela de Nossa Senhora do Desterro.  Este pequeno templo é um edifício harmonioso que em tempos fazia parte de uma quinta. A sua configuração hexagonal é bastante incomum nesta zona. Na elegante fachada, encimando o portal, destaca-se o brasão da família que a mandou construir.

CAPELA DAS 7 ESQUINAS peso da régua
CAPELAS DAS 7 ESQUINAS

CASA DO ASILO JOSÉ VASQUES OSÓRIO

A Casa Asilo José Vasques é um dos edifícios emblemáticos de Peso da Régua. Na sua fachada, podemos ver a alusão tanto à vinha como ao vinho, temática inseparável destas terras. Esta era a casa de habitação de José Vasques Osório, que a deixou em testamento a fim de que fosse convertida em asilo para a infância desvalida, após a sua morte. Para assegurar este empreendimento deixou também os meios para assegurar a subsistência deste asilo durante algum tempo.

Foi cumprida a vontade de José Vasques Osório. O engenho do arquiteto Teixeira Lopes converteu a habitação num asilo para crianças com os espaços de dormitório, aulas, enfermaria, oficinas e recreio. Foi ainda construída uma capela, conforme o desejo do mecenas e também, um anexo, para oferecer guarida e uma refeição para os indigentes.   

CASA DO ASILO JOSÉ VASQUES OSÓRIO
CASA DO ASILO JOSÉ VASQUES OSÓRIO

PARQUE TERMAL DAS CALDAS DO MOLEDO

O local do Parque Termal das Caldas é um lugar de particular encanto. Convida-nos a um agradável passeio à beira rio, por entre o ambiente bucólico de largas avenidas arborizadas e o silêncio dos elegantes edifícios abandonados, que contam o esplendor de um tempo desaparecido. A história das termas remota ao berço da nação. Neste local, D. Teresa de Leão, mãe do primeiro rei de Portugal, estabeleceu a Barca de Deus, que providenciava gratuitamente a travessia do rio, tanto para aqueles que procuravam os banhos, como para os peregrinos que faziam o caminho de Santiago. D. Teresa fundou neste lugar uma hospedaria, para que, de graça, os mais desfavorecidos tivessem guarida e pudessem ter acesso aos banhos nestas águas salutares.

PARQUE TERMAL DAS CALDAS DO MOLEDO II
PARQUE TERMAL DAS CALDAS DO MOLEDO

Das termas se desenvolveram estas terras, ainda antes de se chamarem Peso da Régua. As propriedades terapêuticas das águas ganharam notoriedade no século XVIII, mas o apogeu do Parque Termal das Caldas do Moledo foi no século XIX. O seu grande desenvolvimento teve a mão de Dona Antónia Ferreira, figura preponderante na região da Régua e do Douro e que se destacou como grande empresária do Vinho do Porto. Nos casarios fechados, ainda se destaca o palacete de D. Antónia. Nesta altura a fama desta estância balnear passou fronteiras, e o requinte e excelência dos seus serviços concorriam com os melhores lugares de Paris. Nada faltava no Parque, luxuosos hotéis, restaurantes, um casino, uma farmácia, uma estação de caminhos de ferro e até um telégrafo (o que corresponderia ao Wi-Fi dos nossos tempos). Aguarda-se para breve a recuperação do Parque Termal das Caldas do Moledo, que em tempos foi o ex-libris da Régua.

PARQUE NATURAL DAS CALDAS DO MOLEDO
PARQUE TERMAL DAS CALDAS DO MOLEDO

MIRADOURO DE SANTO ANTÓNIO

O Miradouro de Santo António fica apenas a 10 Km do Peso da Régua. Este miradouro é um terraço que se abre sobre uma vista privilegiada da cidade à beira-rio. Na paisagem, sobressaem os típicos socalcos vinhateiros do vale do Douro distinguem-se as três pontes da Régua que ligam as margens do rio e ainda a barragem de Bagaúste.

MIRADOURO DE SANTO ANTÓNIO
MIRADOURO DE SANTO ANTÓNIO

VALE DA CUNCA

As paisagens da Régua são belíssimas e trazem-nos sempre algo novo. No Vale da Cunca há outro bonito e sossegado miradouro do Peso da Régua. Com as coordenadas GPS é fácil lá chegar: 41.167807 | -7.748740

vale da cunca peso da régua
VALE DA CUNCA

QUINTA DA DEVESA

Vale a pena visitar a Quinta da Devesa, tanto pelos excelentes vinhos, como pela sua história e pela beleza do local, de onde se avistam as vinhas encosta abaixo. Aos pés da colina segue o seu curso o rio Corgo até por fim se derramar no Douro. Em 1988 a propriedade pertencia ao Barão de Forrester, e já então fazia parte da primeira Região Vinícola Demarcada do Douro. Em 1941 a quinta foi comprada pela família Fortunato que lhe deu um novo impulso formando uma empresa vinícola familiar. Inicialmente produzia apenas Vinho do Porto, mas atualmente, para além destes, conta com outros vinhos premiados, de grande qualidade.    

quinta da devesa peso da régua
QUINTA DA DEVESA

100 HECTARES

Os famosos vinhos 100 Hectares provêm exclusivamente das vinhas do Douro. Nos anos 70, a família Brás e Cigarro adquiriu e renovou propriedades nesta região e desde então os seus vinhos têm conquistado o mercado. Toda a uva vem da Quinta do Couraceiro, da Quinta da Marialva e da Quinta Nossa Senhora da Conceição. Esta última fica a poucos quilómetros da cidade do Peso da Régua. Aproveite a passagem na região para visitar as quintas dos 100 Hectares. Poderá passear pelas vinhas gozando de uma paisagem marcante, fazer uma prova de esplêndidos vinhos e ainda terá acesso à loja, porque certamente vai querer levar algo consigo. Basta um telefonema a um dos irmãos Brás para marcar a sua visita. Aqui ficam os contactos: Filipe Brás (+351) 965 434 161; André Brás (+351) 914 446 611

vinhos 100 hectares peso da régua
100 HECTARES

QUINTA DO JUDEU

No Peso da Régua há outra propriedade vinícola que vale a pena visitar. A Quinta do Judeu pertence à família Alves de Carvalho desde 1932. Aqui se aliaram a tradição e a inovação, dando origem a vinhos de grande carácter. Os vinhos são produzidos em pequenos volumes e o que permite um cuidado aprimorado com cada um. Depois de visitar a quinta, pode passar pela loja e levar consigo um pouco da Quinta do Judeu para degustar mais tarde.

QUINTA DO JUDEU peso da régua
QUINTA DO JUDEU

MUSEU DO DOURO

O Museu do Douro é uma visita incontornável no Peso da Régua. Aqui ficamos a conhecer a história, a cultura e o carácter da região, enraizados nas vinhas e no vinho – a primeira região vinhateira demarcada do mundo. O majestoso edifício do museu é a antiga Casa da Companhia Velha, que pertencia à empresa Real Companhia Velha, instituída por D. José I no século XVIII. Neste espaço encontra-se um centro de exposições, um arquivo, uma sala de leitura e o agradável Wine Bar. Neste bar termina a visita ao museu, culminado com uma prova de esplêndidos vinhos da região, disfrutando de uma magnífica vista sobre o Douro. Vale a pena regressar ao Wine Bar, apenas para disfrutar do espaço e beber um cálice de Porto. Não deixe de visitar a exposição permanente intitulada de Memória da Terra do Vinho, que fica no espaço do Armazém 43.

museu do douro peso da régua
MUSEU DO DOURO

MUSEU DA ADEGA DAS GIESTAS NEGRAS

O Museu da Adega das Giestas Negras é um tesouro da história vinícola do Peso da Régua e de toda a região do Douro. A visita ao museu remete-nos para um tempo longínquo, onde a produção do vinho era inteiramente artesanal. Tanto os dois lagares como a dorna são em xisto e a prensa, que já esmagou muitas uvas, é em madeira maciça. A adega é antiquíssima, será possivelmente das primeiras adegas de Portugal. A data inscrita na porta assinala o ano de 1575.

O nome Giestas Negras faz memória de um arbusto que havia muito na região, a giesta roxa. A família Ayres de Mattos sempre foi a proprietária desta adega e em 2006 recuperou-a e transformou-a neste museu, partilhando através do seu património a história da produção vinícola do Douro. Não deixe de marcar a sua visita. Fica aqui o contacto: (+351) 254 920 214

MUSEU DA ADEGA DAS GIESTAS NEGRAS peso da régua
MUSEU DA ADEGA DAS GIESTAS NEGRAS

VISITA VIRTUAL AO PESO DA RÉGUA

O QUE VISITAR PERTO DO PESO DA RÉGUA?

Para visitar e conhecer Peso da Régua com calma, sugerimos uma “escapadinha” de 3 dias. Caso lhe sobre algum tempo, inclua também as sugestões que se seguem no seu roteiro turístico. Algumas delas vão ficar-lhe na memória para sempre! Segue-se um mapa para que possa aferir distâncias!

EN222
A MAIS BELA ESTRADA DO MUNDO, EN222

Sabia que a estrada que liga o Peso da Régua a Pinhão já foi intitulada como a estrada mais bonita do mundo. Se gosta de passear de carro (ou mota) por entre paisagens de cortar a respiração, então encontrou a estrada certa! Prepare-se para os ziguezagues da 222 e receberá em troca cenários idílicos com especial destaque para os socalcos do Douro Vinhateiro!

VILARINHO DE FREIRES
VILARINHO DE FREIRES

Apenas 10 minutos e 7,3 quilómetros separam Peso da Régia da aldeia de Vilarinho de Freires. Um lugarejo muitíssimo antigo (mais velho do que a nação Portuguesa) cruzado pelo rio Tanha. Fica localizado numa encosta e assume-se como um lugar muito calmo onde se respira tranquilidade. Se lá for não deixe de ver a igreja matriz, a casa grande, a casa da Carranca e a capela Quinta da Ponte.

MIRADOURO DE SÃO LEONARDO DA GALAFURA
MIRADOURO DE SÃO LEONARDO DA GALAFURA

27 minutos e 19 quilómetros separam Peso da Régua de São Leonardo de Galafura. O miradouro com uma vista fabulosa para o não menos fabuloso rio Douro. Um cenário de grande beleza e que inspirou o grande escritor Miguel Torga que sobre este local escreveu: “Não é um panorama que os olhos contemplam: é um excesso de natureza”.

ALDEIA DE POIARES
ALDEIA DE POIARES

16 minutos e 10 quilómetros separam Peso da Régua da aldeia de Poiares da Régua. Uma povoação muito antiga (tão velhinha que nem se consegue precisar a sua data de fundação) com muitos registos religiosos. Se aceitar a nossa sugestão e visitar Poiares não deixe de ver a igreja matriz, a capela de nossa senhora da Graça, a capela de Santa Bárbara e a casa da Comenda.

HISTÓRIA DO PESO DA RÉGUA

A história do Peso da Régua leva-nos até uma antiga villa romana. No entanto, foi no século XVIII, com a junção do povoado de Peso com o povoado da Régua, que esta região começou a ganhar relevo. Por esta altura, Marquês de Pombal fundou a Real Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro e destinou estas terras à produção de vinho. Peso da Régua, nas encostas do rio Douro, foi o primeiro território vinícola demarcado do mundo. Das vinhas da Régua vinha o Vinho do Porto. Enchiam-se as pipas de vinho, enchiam-se os barcos de pipas, os barcos corriam rio abaixo até Vila Nova de Gaia, e em Gaia, enchiam-se as caves de pipas onde o vinho era envelhecido. De então até hoje as vinhas ainda lá estão e o vinho do Porto continua a correr o mundo.

GASTRONOMIA DO PESO DA RÉGUA

Se está a pensar em visitar o Peso da Régua, saiba que a gastronomia local é outro motivo para fazer as malas e ir! Aqui fica uma lista de iguarias que não pode perder: feijoada à transmontana, peixes do rio, arroz do forno e bola de carne. Se gostas de doces experimente as ferreirinhas, os rabelos, os rebuçados da régua e as régulas. No final da refeição não pode faltar o “digestivo”. Assim sendo não se esqueça de pedir um “vinho do Porto”!

REBUÇADOS DA RÉGUA
REBUÇADOS DA RÉGUA

RESTAURANTES NO PESO DA RÉGUA

RESTAURANTE TIO MANEL

Só o nome já inspira confiança! É um restaurante de 1 cifrão apenas (ou seja, barato) e que conta com mais 545 comentários no Google e uma classificação geral de 4,6 estrelas (num máximo de 5). Lá encontrará comida típica da região e doses generosas. Muitos elogios também para a simpatia do pessoal, para a limpeza do local, para as sobremesas e o vinho da casa!

RESTAURANTE TIO MANEL, PESO DA RÉGUA
RESTAURANTE TIO MANEL, PESO DA RÉGUA

HOTEIS – PESO DA RÉGUA

Há muitas opções de alojamento no Peso da Régua. Há também muitas opções de 4 e 5 estrelas com muito boas classificações de quem por lá passou. Se acompanha o nosso blogue sabe que, por norma, tentamos fazer sugestões de unidades hoteleiras com boa relação preço/qualidade. Desta vez optamos por um hotel de 4 estrelas (um pouco mais caro do que é habitual nas nossas recomendações). Acreditamos que esta é a unidade hoteleira que apresenta a melhor relação qualidade / preço (a julgar pelos muitos comentários e muitas avaliações on-line que analisámos).

QUINTA DO VALLADO

Hotel de 4 estrelas com mais de 250 avaliações e uma classificação geral de 4,7 estrelas. Destaque para a qualidade e tamanho dos quartos, para a qualidade do pequeno-almoço, para a simpatia do staff, para as paisagens deslumbrantes e a limpeza irrepreensível. Apesar de ser um hotel de 4 estrelas, muitos clientes referem-no como uma opção de 5 estrelas (com preço de 4).

QUINTA DO VALLADO, PESO DA RÉGUA
QUINTA DO VALLADO, PESO DA RÉGUA

SE GOSTOU DESTE ARTIGO TAMBÉM VAI GOSTAR DE…

CARRAZEDA DE ANSIÃES (clique na imagem)
MONDIM DE BASTO (clique na imagem)