Porto, 30 DICAS de Viagem para a INVICTA! (2021)

Porto: “Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta”.

Visitar o Porto é compreender o ruído que percorre as suas margens. Um rio douro ou “de ouro” pela riqueza do seu comércio, das suas gentes, das suas vitórias. Visitar o Porto é entranharmo-nos no seu corpo cinzento, numa viagem entre uma arquitetura essencialmente granítica e deslumbrante. Visitar o Porto é ser-se torcido de língua e saber dizer: Carago!

PORTO

Este Porto que hoje conhecemos nasceu como pequena aldeia celta dando lugar aos romanos que lhe construíram um porto de comércio de nome “Cale”, mais tarde tornou-se capital do condado Portucalense dando lugar à atual toponímia do País após a Independência de Portugal.

Sou da capital e adoro a minha cidade (não a trocava por nenhuma outra do mundo e arredores). Mas se tivesse de sair do meu “ninho” era para o Porto que iria. O Porto é uma cidade especial. Tem alma, carisma e uma personalidade forte! Uma personalidade que advém das suas gentes. Somos do mesmo país mas somos diferentes. Os portuenses são mais diretos, mais alegres, mais afáveis e dizem mais palavrões! (não confio em pessoas que não dizem asneiras)

PORTO
PORTO

ONDE FICA E COMO IR PARA O PORTO?

O Porto encontra-se estrategicamente bem situado na zona Noroeste de Portugal Continental, banhado pelo oceano Atlântico e o Rio Douro. Situando-se a cerca de 300km da capital é possível chegar à cidade facilmente de várias formas:

De carro: A1 para quem se desloca do sul, A3 para quem vem do norte ou do norte litoral (A28) e A4 com ligação à zona transmontana de Portugal.

De comboio: É possível adquirir bilhetes a preços desde 5€ quando comprados com antecedência e com ligação às duas principais estações do Porto: Campanhã e São Bento. Esta última mais central e com uma arquitetura esplendida, ladeada de azulejos no seu interior.

ESTAÇÃO DE SÃO BENTO
ESTAÇÃO DE SÃO BENTO

De autocarro: Flixbus – com paragem nas Camélias, junto à Batalha e ao Teatro Nacional São João. Rede expresso: Com paragem no Campo 24 de Agosto e ligação ao metro na zona circundante.

De avião: O aeroporto Francisco Sá Carneiro localizado a meia hora da cidade, com ligação ao centro através do metro (Linha E – Aeroporto – Trindade) e dos autocarros 601 e 604 (Aeroporto – Cordoaria).

A forma mais fácil e económica de conhecer o Porto é: A PÉ! Ainda assim a cidade dispõe de um bom serviço de autocarros e de metro

.

DICAS: Para andar de metro é necessário comprar e carregar o bilhete ANDANTE (serve para todos os transportes), não esquecer de validar o bilhete em cada viagem. Os números dos autocarros estão divididos por zonas, a exemplo, se quisermos ir para V. N. Gaia o número do autocarro será sempre 9XX, Matosinhos -5XX, Foz – 2XX. É fácil e uma forma de não nos perdermos no destino.

 O QUE VISITAR NO PORTO?

O Porto é uma nação! Na cidade invicta as atrações são tantas que a parte mais difícil da redação do artigo foi a sua escolha. Para o ajudar na leitura, dividimos as atrações turísticas em blocos, a saber: 1- Ruas e praças típicas do Porto, 2- Bairros típicos, 3-Monumentos Imperdíveis, 4-Museus no Porto, 5-Parques e Jardins, 6-Outras atrações e atividades.

RUAS E PRAÇAS TÍPICAS DO PORTO

Para conhecer a “alma” da invicta tem que a percorrer a pé. Preparámos-lhe um mapa com a localização das ruas mais emblemáticas do Porto.

ZONA RIBEIRINHA DO PORTO

É o postal da cidade! Apesar de muito movimentada é possível sentarmo-nos à beira rio e apreciar os barcos rabelos, ou tomar um copo numa das muitas esplanadas e restaurantes. Apreciar a arquitetura da Ponte D. Luís I e talvez dar com algumas crianças a saltar da ponte desde o tabuleiro inferior, prática bastante comum entre os jovens portuenses mais corajosos.

ZONA RIBEIRINHA DO PORTO
ZONA RIBEIRINHA DO PORTO

RUA ESCURA DO PORTO

Uma das ruas mais antigas da cidade, junto à Sé. Menos turística, descer desde a Sé pela Rua Escura até à zona “nobre” da cidade é deixarmo-nos perder pelos encantos e recantos que esta nos traz. Uma criança que bate à porta e grita “Sou euuu”, roupas estendidas que provêm de casas encaixadas em tons de vermelho e amarelo. Mas é o azul que predomina na cidade, cascóis azuis e brancos que representam o coração dos portuenses que torcem pelo Futebol Clube do Porto ou ainda o cheiro a comida caseira que atravessa as portadas de madeira de cada casa. Esta rua é de quem aqui vive. E apesar do nome que lhe pertence, é cheia de luz e vida que lhe confere as suas gentes.

RUA ESCURA DO PORTO
RUA ESCURA DO PORTO

RUA DAS FLORES

Recentemente restaurada, esta rua é uma das artérias principais do Porto. Paralela à rua de Mouzinho da Silveira nela é possível passear tranquilamente, aproveitar as esplanadas, perdermo-nos nos incríveis alfarrabistas, apreciar street art (onde ser pode conhecer várias expressões típicas do Porto escritas em protetores de eletricidade) e ainda visitar a Igreja da Misericórdia do Porto.

RUA DAS FLORES DO PORTO
RUA DAS FLORES DO PORTO

RUA DE SANTA CATARINA

A rua de la movida. Aqui é possível encontrar qualquer coisa que se queira comprar. Uma rua pedonal cheia de comércio muito próxima do mercado do bolhão. No final da rua é ainda possível encontrar o magnético café Majestic, bastante popular pelo seu interior e onde J.K. Rolling diz ter escrito parte das suas obras. Porque não inspirarmo-nos também enquanto tomamos um café?

RUA DE SANTA CATARINA - PORTO
RUA DE SANTA CATARINA – PORTO

RUA DAS CARQUEJEIRAS

 Ao atravessarmos o típico bairro das fontainhas, cruzamo-nos com uma rua ingreme, fácil de descer mas que poucos se atrevem a subir. Desde lá de baixo, o olhar cruza-se com o rio imediatamente aos nossos pés, desde lá de cima, a vista queremo-la perpetuada naquela imagem. Mas é na calçada desta rua que se perpetua a história. A história de mulheres “escravas” do Porto, que durante anos carregavam sobre a cabeça e as costas, os quilos de carqueja rua a cima, pois a rua era considerada demasiadamente ingreme para ser subida por animais.

De olhar posto ao chão, muitas delas não terão tido a oportunidade de apreciar com a clareza e a calma o esplendor destas vistas. O que faz deste espaço, um sítio de admiração e gratidão. E por isso mesmo foi mandada construir uma estátua em homenagem a estas grandes mulheres do Porto, no local.

RUA DAS CARQUEJEIRAS

STREET ARTE DA RUA MIGUEL BOMBARDA

O quarteirão das artes do Porto. Sendo-se ou não amante de street art, é impossível ficar indiferente aos “rostos” desta rua. Esta rua respira arte, quer pelas inúmeras galerias de arte contemporânea (existem pelos menos 20) quer pelos murais ao longo do seu caminho que lhe dão cor e nos envolvem em arte e cultura. Pólo de vários artistas plásticos de todas as partes do mundo com várias exposições em simultâneo a longo do ano.

STREET ARTE DA RUA MIGUEL BOMBARDA
STREET ARTE DA RUA MIGUEL BOMBARDA

BAIRROS TÍPICOS DO PORTO

Segue-se um mapa com a localização de dois bairros típicos do Porto: bairro da Ribeira e Bairro de Miragaia.

BAIRRO DA RIBEIRA

Tal como o nome indica, este bairro situa-se na zona ribeirinha da cidade. Com vista sobre o Rio Douro e a ponte D. Luís I. Nesta zona histórica considerada património mundial, é possível marcar um encontro com os amigos e ter como ponto de referência o famoso “Cubo” na praça da ribeira, popularmente conhecida como praça do Cubo. Neste bairro, juntam-se milhares de pessoas pela noite de S. João de 23 para 24 de Junho para assistir ao fogo-de-artifício que marca as festas da cidade, juntamente com os famosos martelos e balões de ar quente. Ao percorrer as margens é possível apreciar não só a paisagem como também descobrir as muralhas fernandinas e um dos poucos vestígios que restam da época medieval (o postigo do carvão).

BAIRRO DA RIBEIRA, PORTO
BAIRRO DA RIBEIRA, PORTO

BAIRRO DE MIRAGAIA

Situado mais a oeste e junto ao bairro da Ribeira, temos o bairro de Miragaia, não tão popular mas igualmente imperdível. É possível iniciar a sua rota com uma visita à igreja gótica de São Francisco onde se podem visitar as catacumbas com milhares de ossos humanos. Depois, seguir pelas escadas encavalitadas do caminho novo e ver o pôr do sol ao som de música Jazz no café Mirajazz. Atravessando a Rua de Miragaia, podemos perder-nos em armazéns vintage e terminar com uma francesinha em forno de lenha no Alfandega Douro. Ao fundo do Bairro, a Alfândega do Porto, pode ser visitada de forma livre em grande parte da sua área tendo outras várias exposições ao longo do ano.

BAIRRO DE MIRAGAIA, PORTO
BAIRRO DE MIRAGAIA, PORTO

MONUMENTOS IMPERDÍVEIS NO PORTO

São muitos os monumentos belos e imperdíveis no Porto! Para o ajudar a planear a sequência dos seus passeios, aqui fica um mapa com a localização das atrações maiores do Porto!

TORRE DOS CLÉRIGOS

Ex-libris da cidade, os 225 degraus que a compõem e os 75 metros de altura, fazem desta torre a mais alta de Portugal e com uma vista de 360º sobre a cidade. Visitável todos os dias das 9h as 19h, está aberta à noite até às 23h em ocasiões especiais. O preço é de 6€ e crianças até aos 11 anos não pagam entrada.

TORRE DOS CLÉRIGOS, PORTO
TORRE DOS CLÉRIGOS, PORTO

SÉ CATEDRAL DO PORTO E PAÇO EPISCOPAL

Na zona mais antiga e alta da cidade situa-se também um dos monumentos mais poderosos desta. O monumento religioso mais importante da cidade: Sé Catedral e seu adjacente Paço Episcopal, que ainda é morada do Bispo do Porto. De influência românica, gótica e sobretudo barroca, a catedral é de entrada livre e os seus claustros e Paço Episcopal são passíveis de visitar por um bilhete único de 5€.

SÉ CATEDRAL DO PORTO
SÉ CATEDRAL DO PORTO

 PALÁCIO DE CRISTAL

Popularmente e para sempre assim conhecido, o palácio de cristal – nomenclatura original quando aqui era ainda outro edifício, foi também o pavilhão dos desportos e o pavilhão Rosa Mota, sendo atualmente nomeado de Super Bock Arena. Esta arena semiesférica situa-se dentro dos jardins do Palácio de Cristal e acolhe desde atividades desportivas a recreativas assim como congressos, espetáculos e exposições. Num percurso através da cúpula do pavilhão é possível observar a cidade nuns estrondosos 360 graus.

 PALÁCIO DE CRISTAL

PALÁCIO DA BOLSA

O monumento mais visitado no Norte de Portugal e considerado património mundial pela UNESCO. Não é de estranhar a razão. Apesar do seu exterior se destacar, é no seu interior que encontramos o seu verdadeiro valor…. Literalmente. Pois que o seu famosíssimo salão Árabe ilumina não só a sala como também a vista com as portadas de vidro e as inúmeras decorações de estilização mourisca em folhas de ouro e várias inscrições do Alcorão. Pintada à mão por portugueses, foi mandado construir na época do romantismo, onde o gosto pelas formas artísticas mais exóticas imperava. 

PALÁCIO DA BOLSA
PALÁCIO DA BOLSA

CASA DA MÚSICA

Monumento de arquitetura ímpar em Portugal, situado junto à famosa rotunda da Boavista. Aqui, para além de apreciarmos a sua beleza exterior, este “pequeno” cubo de música oferece concertos sobretudo clássicos da sua orquestra sinfónica, barroca, remix ensemble, coro e coro infantil. No seu interior é ainda possível degustar um jantar de comida de autor acompanhada de concerto. Na parte exterior, devido à estrutura arquitetónica adjacente à casa da música é frequente a prática de skate, para os mais corajosos.

CASA DA MÚSICA
CASA DA MÚSICA

MOSTEIRO /MIRADOURO DO PILAR

Serra do Pilar, ou as portas da cidade do Porto, por se localizar num dos pontos mais altos de V.N. de Gaia. Aqui situava-se uma convento seiscentista que duzentos anos depois foi ocupado pelo exército tendo-se posteriormente recuperado o seu legado museológico. Por entre os seus claustros e terraço é possível avistar toda a zona histórica do Porto. Um pouco mais abaixo, de “quem vem e atravessa ao rio, junto à serra do pilar” há um jardim, o jardim do morro, onde nos podemos deitar sobre a sua cama verde e respirar o esplendor da cidade.

MOSTEIRO /MIRADOURO DO PILAR
MOSTEIRO /MIRADOURO DO PILAR

 IGREJA DO CARMO

Situada entre o Jardim da Cordoaria e a Praça Carlos Aberto, é difícil ficar indiferente a esta igreja da ordem carmelita que tem como patrona a Santa Ana. Na sua fachada lateral maravilhamo-nos com o mural de azulejos em tons de azul e branco, cores que estão um pouco por todo o lado nesta cidade. Por ter sido construída no terreno imediatamente adjacente à igreja dos carmelitas e tal não ser permitido na altura, encontra-se entre estas duas igrejas um pequeno edifício de cerca de 1,5m de largura que as separa. Sendo conhecida como “a casa escondida do Porto” e a casa mais estreita da cidade do Porto, sendo aí que se inicia a visita à casa, igreja e catacumbas.

IGREJA DO CARMO
IGREJA DO CARMO

IGREJA DE SÃO FRANCISCO

Um dos monumentos religiosos mais importantes da cidade. Teve a sua origem na época medieval através da ordem franciscana mas posteriormente, devido a um grande incendio, foi remodelado dando lugar ao estilo predominantemente gótico atual. Nesta igreja situada à boca de Miragaia, na freguesia de São Nicolau, é possível admirar não só as talhas douradas do seu interior como visitar as famosas catacumbas franciscanas e ainda um ossário com centenas de ossos humanos.

IGREJA DE SÃO FRANCISCO
IGREJA DE SÃO FRANCISCO

MIRADOUROS NO PORTO

Segue-se um mapa com os principais miradouros do Porto.

MIRADOURO DA VITÓRIA

É um dos segredos mais bem guardados da cidade. Situado na antiga zona judaica do Porto, ao lado da igreja da Vitória, e próximo da característica rua das taipas e da antiga cadeia da relação, chega-se a ele por entre ruas menos movimentadas. Este miradouro apesar de ser propriedade privada é de livre acesso. Desde lá é possível ver-se a Sé, o Paço Episcopal, o convento dos Grilos, a ponte D. Luís I e a ainda a serra do pilar e grande parte da outra margem, Gaia. Um sítio perfeito para respirar a cidade.

MIRADOURO DA VITÓRIA
MIRADOURO DA VITÓRIA

MIRADOURO DA BANDEIRINHA DA SAÚDE

Perto do edifício da Alfandega, encontra-se o miradouro da bandeirinha da saúde. Neste local encontra-se uma pirâmide de granito que em tempos serviu para demarcar a entrada dos barcos, hasteando-se uma bandeira neste local, em momentos de marcadas pandemias. Hoje em dia serve apenas para nos fazer hastear o olhar sobre uma outra perspetiva sobre a cidade com uma vista desafogada para o Douro. Por ser ainda menos conhecido pode ser difícil de encontrar, o mais fácil é procurar junto das sereias… não as do rio, as do Palácio das sereias, em Miragaia.

MIRADOURO DA BANDEIRINHA DA SAÚDE

AFURADA DE CIMA

Do outro lado das margens do rio, há uma vila de pescadores, onde o ritmo da cidade parece acalmar-se na pacatez das suas ruas coloridas e das estacas de paus com roupa deixada ao vento. Subindo a rua de São Pedro, vislumbramos a cidade de uma outra perspetiva. A vista acompanha o mar, o rio, a marina de Gaia – Douro Marina e ainda a invicta e os jardins do palácio cristal.

O sítio convida não só a apreciar a paisagem como a apreciar outros sentidos, o melhor é não ignorar o cheiro a peixe fresco grelhado que se faz sentir nos restaurantes circundantes e porque não ir a uma prova de vinho do porto numa das muitas caves que existem em V.N. de Gaia.

AFURADA DE CIMA
AFURADA DE CIMA

MUSEUS NO PORTO

Segue-se um mapa com alguns dos principais museus do Porto.

MUSEU SERRALVES

É na Rua D. João de Castro que encontramos o museu de arte contemporânea da fundação de Serralves, uma obra de Siza Vieira. Mas Serralves não é um mero museu. Monumento nacional onde é possível deleitar-se com obras contemporâneas no museu; a casa de cinema Manoel de Oliveira; a casa de Serralves, exemplar único de Art Deco; parque de 18 hectares; esculturas que nos fazem questionar a perspetiva dos objetos, e um incrível treetop walk pelas árvores do parque! Existem ainda diversas atividades e performances ao longo do ano. O bilhete pode ser comprado de forma a incluir todos os espaços ou apenas alguns. Existem vários descontos e o acesso é livre a cada primeiro domingo do mês entre as 10h00 e as 13h00. 

MUSEU DE SERRALVES
MUSEU DE SERRALVES

WORLD OF DISCOVERIES

Foi num antigo armazém de vinho do Porto, que esta recente atração nasceu. No bairro de Miragaia, no mesmo edifício das aclamadas francesinhas em forno de lenha, encontra-se este museu interativo e parque temático que nos leva numa viagem pelos descobrimentos portugueses. Parece magia mas é mesmo real, entra-se numa pequena casa histórica do centro do Porto e viaja-se pelo mar a dentro. Esta “viagem” de cerca de 1h30 é gratuita para crianças até aos 3 anos e os bilhetes podem ser comprados online.

WORLD OF DISCOVERIES, PORTO
WORLD OF DISCOVERIES, PORTO

CENTRO PORTUGUÊS DE FOTOGRAFIA

O Centro Português de Fotografia está instalado numa antiga cadeia do Porto, a Cadeia da relação situada no coração do Porto, na praça Amor de Perdição, junto à torre dos clérigos. É neste espaço também que podemos visitar o quarto onde o autor de “Amor de perdição”, Camilo Castelo Branco esteve detido. Com exposições temporárias de entrada gratuita e uma coleção de máquinas fotográficas antigas, o difícil é não nos perdermos de amor por este espaço.

CENTRO PORTUGUÊS DE FOTOGRAFIA
CENTRO PORTUGUÊS DE FOTOGRAFIA

PARQUES E JARDINS

Segue-se um mapa dos principais parques e jardins da cidade do Porto.

PARQUE DE SERRALVES

Um parque que é um museu ou um museu que é um parque. Visitar o parque de Serralves é não só percorrer caminhos de diversidade arbórea como deparar-se com obras de escultura que estão em permanência no parque. No mesmo ocorrem também instalações de luz e visitas astronómicas.

PARQUE SERRALVES
PARQUE SERRALVES

PARQUE DA CIDADE

Com 83 hectares, é o parque urbano de maior dimensão no país, é um ótimo lugar para ir correr, andar de bicicleta ou simplesmente sentar-se a apreciar a natureza. Na parte mais oeste do parque é possível chegar-se à praia de Matosinhos.

PARQUE DA CIDADE porto
PARQUE DA CIDADE

JARDIM BOTÂNICO

De entrada livre todos os dias da semana, o jardim botânico, situado no campo alegre, é também ele um espaço alegre e descontraído com uma grande diversidade botânica, nomeadamente de espécies nativas.

JARDIM BOTÂNICO porto
JARDIM BOTÂNICO

JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL

É na freguesia de Massarelos que podemos visitar livremente este jardim romântico. Não apenas romântico pela datação da sua construção mas porque nele é mesmo possível apaixonarmo-nos. Seja pelo jardim das plantas aromáticas, pelo jardim das cidades geminadas, pelo jardim dos sentimentos, jardim do roseiral, jardim das plantas medicinais, pelo bosque, avenida dos castanheiros da índia, avenida das tílias, pelo lago, pelos miradouros panorâmicos ou ainda pelo gansos, galinhas e pavões que por lá habitam. Já não sabemos se estamos no coração do Porto, ou se é o nosso coração que lá fica.

JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL
JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL

 CAVES DO PORTO

Segue-se um mapa com a localização de duas das principais caves da região.

GRAHAM’S

Desde 1890 que o vinho do Porto envelhece nestas caves, contudo só há cerca de sensivelmente 20 anos é que é possível visitá-las. O caminho até lá é ingreme iniciando-se quase ao fim do cais de Gaia. A vista desde lá de cima vale a pena, muito mais ainda se for acompanhada pela degustação de vinhos. Ruby? Tawny? Vintage? Impossível escolher, o melhor é experimentar todos. Não se preocupe, o caminho depois é sempre a descer.

CAVES GRAHAM’S
CAVES GRAHAM’S

CALÉM

Por entre os barris de carvalho, a visita interativa às caves Calém permite conhecer a história dos vales do Douro que fazem do Porto um vinho de características únicas. Assistir a um espetáculo de fado e provar porto branco é ainda um toque final a acrescentar à experiência.

CAVES CALÉM
CAVES CALÉM

PRAIAS NAS IMEDIAÇÕES DO PORTO 

Temos duas recomendações para si e um mapa para o ajudar a escolher!

PRAIA DE MIRAMAR – VILA NOVA DE GAIA

Considerada uma das praias mais bonitas da Europa, a Praia de Miramar, ou como é mais conhecida, Praia do senhor da Pedra, esta praia destaca-se pela presença de um monumento de forma hexagonal, junto às rochas, ladeando-se pelo mar e a areia. Diz-se, que esta é talvez a única igreja construída com a porta de costas para o mar. Apesar das origens pagãs que lhe estão associadas, todos os anos pela época de Junho realiza-se as festas em honra do Senhor da Pedra. Vale a pena caminhar por esta praia com uma vista única!

PRAIA DE MIRAMAR - VILA NOVA DE GAIA
PRAIA DE MIRAMAR – VILA NOVA DE GAIA

PRAIA DO CASTELO DO QUEIJO – MATOSINHOS

Estrategicamente bem situada, não estivesse ladeada por um castelo. É um local perfeito para caminhar, fazer exercício ou relaxar junto ao mar. O areal é pequeno e as rochas abundam mas é das poucas praias petfriedly na cidade do Porto. Mesmo ao lado, a pouco passos, situa-se a praia de Matosinhos onde o areal já é mais extenso.

PRAIA DO CASTELO DO QUEIJO - MATOSINHOS
PRAIA DO CASTELO DO QUEIJO – MATOSINHOS

OUTRAS ATRAÇÕES E ATIVIDADES NO PORTO

Há muitas outras atrações para conhecer no Porto! Segue-se uma lista de sugestões e um mapa para o orientar!

LIVRARIA LELLO

Conhecida como a mais bela do mundo, esta livraria centenária destaca-se pela escadaria estonteante que nos remete para o imaginário dos livros de fantasia. Situa-se na rua das Carmelitas e é impossível ficar-lhe indiferente. O valor da visita é descontado na compra de um livro. Encerra às segundas.

LIVRARIA LELLO
LIVRARIA LELLO

PONTE DOM LUIS I

Projetada pelo discípulo de Gustave Eiffel, Theophile Seyrig. Dispõe de dois tabuleiros numa arquitetura dominada pelo ferro fundido. Ambos podem ser atravessados de forma pedonal. O inferior liga-nos a zona ribeirinha ao cais de gaia e o superior, o alto da sé até ao miradouro do morro. Sempre com vistas de cortar a respiração.

PONTE DOM LUIS I
PONTE DOM LUIS I

MERCADO DO BOLHÃO

Monumento Neoclássico, onde não se trata apenas de comércio, onde paira no ar, o cheiro a fruta fresca, peixe, carne e flores de topos os tipos. Este é um espaço que representa o espirito forte e alegre do seu povo, nele também é possível cheirar o sotaque forte pregado pelos vendedores, que tratam todos os clientes de forma especial. Não será estranho de se ouvir “oh meu riquinho, oh minha riqueza” quando se passa junto das bancas. Este mercado monumento encontra-se em obra de requalificação, estando previsto abrir novamente em 2022. Até lá, para comprar os frescos, dirija-se ao mercado temporário do bolhão, ali mesmo ao lado.

MERCADO DO BOLHÃO, PORTO
MERCADO DO BOLHÃO, PORTO

HORTO E PASSEIO DAS VIRTUDES

Diz-se que no meio é que está a virtude. E é precisamente no centro do Porto, no encruzilhar de limites entre Miragaia e Vitória que encontramos o Jardim e Passeio das Virtudes. O horto, de entrada gratuita, de formato quase vertical, reveste-se de socalcos onde nos podemos sentar em bancos como se fossem árvores e sentirmo-nos parte da natureza. Num redor iluminado por árvores seculares e imensas camélias é possível perdermo-nos no tempo com o Ginkgo Biloba oitocentista, a maior representação desta espécie no País, com trinta e cinco metros de altura.

Mesmo logo ao lado o caminho pelo passeio das virtudes faz-nos sentir na pele o nome que o identifica e encontrarmo-nos com os quatro cavaleiros do apocalipse e ainda observar numa espreitadela pela ingreme vista do miradouro, o setecentista chafariz das virtudes, monumento nacional, onde antes passava o rio frio. Com várias sombras, mas sem sombra de dúvida, este é o local ideal para terminar o dia e tomar um copo enquanto se saboreia o pôr do sol sobre o Douro. Na mesma rua podemos encontrar a Cooperativa Árvore com exposições de arte gratuitas e um restaurante no interior.

HORTO E PASSEIO DAS VIRTUDES
HORTO E PASSEIO DAS VIRTUDES

PORTO BRIDGE CLIMB DA PONTE DA ARRÁBIDA

Ali, onde o rio termina e o mar começa, o rio despede-se do Porto sobre a alçada da Ponte da Arrábida. É possível experienciar a subida ao seu arco de cerca de 65 metros e umas “meras” 262 escadas com equipamento adequado para escalada. A subida, que é possível comprar e reservar com antecedência através da internet, vale a pena não só pela vista estonteante que é completamente imperdível para os adeptos de fotografia (e de alturas).

PORTO BRIDGE CLIMB DA PONTE DA ARRÁBIDA
PORTO BRIDGE CLIMB DA PONTE DA ARRÁBIDA

FOZ

A zona mais chique da cidade! Fazer o percurso através do elétrico número 1 que vai desde o infante até ao passeio alegre é talvez a forma mais bonita de percorrer o Porto até à sua foz. Chegando lá é possível namorar o espaço percorrendo a famosa Pérgola da Foz, na Avenida Brasília; beber um cocktail junto ao mar e percorrer o cais até ao farol de Felgueiras que é aberto ao público.

FOZ DO DOURO
FOZ DO DOURO

ELEVADOR DOS GUINDAIS E ZONA CIRCUNDANTE

A descer, já diz o ditado, todos os santos ajudam. A subir, dizem no Porto, o Funicular. Mesmo ali junto ao túnel da Ribeira é possível apanhar o funicular dos guindais e subir até à Batalha. No seu percurso, ali na zona circundante avistamos o Guindalense Futebol Clube, com cafetaria e esplanada que lá do alto nos mostra a tranquila vista sobre o rio.

ELEVADOR DOS GUINDAIS - PORTO
ELEVADOR DOS GUINDAIS PORTO

ESCOVADORIA DE BELOMENTE

 Não é em mais nenhum local de Portugal que falaremos de escovas. Porque escovas? Esta famosa escovadoria é um negócio familiar que passou de geração em geração durante cerca de 100 anos e que detém a arte de fabricar vassouras e escovas para uso industrial e público geral de forma inteiramente manual. Localiza-se na rua com o mesmo nome e, diz-se por aí, nela se inspirou J.K.Rolling quando escreveu sobre a loja de vassouras em segunda mão do Beco Diagonal em Harry Potter.

 ESCOVADORIA DE BELOMENTE
ESCOVADORIA DE BELOMENTE

VISITA VIRTUAL AO PORTO

HISTÓRIA DO PORTO

Não é preciso ser-se um perito em história para se perceber o porquê desta cidade ser apelidada de cidade invicta! Seja pela arquitetura estonteante, pela força das suas muralhas ou pelo acento forte das línguas que por ali vivem! Mas quem lhe deu este nome pela qual a conhecemos foi D. Maria II, depois da cidade ter resistido ao cerco das tropas absolutistas durante mais de um ano sem ser invadida (séc. XIX – durante a guerra liberal).

É possível também encontrar registos históricos e de afeição à cidade dentro da Estação de São Bento com os murais de azulejo que ilustram o casamento de D. João I com a princesa inglesa, D. Filipa de Lencastre. Este momento histórico representa também uma das alianças mais longas da história através do tratado de Windson que uniu militarmente Portugal e Inglaterra. Perca-se no tempo a admirá-los mas não perca o comboio!

PORTO SENTIDO

É impossível pensar na cidade do Porto sem me lembrar da música “Porto sentido” de Rui Veloso. Uma música feita por quem conhece a cidade até ao osso. Este artigo não ficaria completo sem esta obra prima!

O QUE VER PERTO DO PORTO?

4 dias não são demasiados para visitar a “nação” Porto. Se lhe sobrar tempo aceite as sugestões que se seguem.

VILA DO CONDE
VILA DO CONDE (clique na imagem)

Do Porto a Vila do Conde são apenas 24 minutos de carro (26 quilómetros de distância). A mais famosa vila de pescadores do país merece uma visita atenta. Se lá for não deixe de visitar o mosteiro de Santa Clara, o mítico bairro das Caxinas, a igreja de Santa Clara e a igreja matriz de Vila do Conde.

MATOSINHOS
MATOSINHOS (clique na imagem)

10 minutos e 8 quilómetros separam a cidade do Porto de Matosinhos. Uma terra de pescadores que vive do mar e para o mar! Hoje em dia são muitos os que visitam Matosinhos para comerem o melhor “peixe” do mundo a preços muito convidativos!

GASTRONOMIA TÍPICA DO PORTO

A gastronomia Portuense é também ela influenciada pela personalidade deste povo. As famosas “Tripas à moda do Porto” dizem as lendas, surgiu em momentos em que para dar vazão à fome se reinventaram os pratos. Eram confecionadas com miudezas, dobrada e pão escuro, dando lugar à receita mais atual que inclui carne e feijão branco. Seja um tripeiro de corpo e alma e experimente esta que é considerada uma das 7 maravilhas gastronómicas nacionais.

TRIPAS À MODA DO PORTO

Por falar em sabores, não podíamos falar dos sabores do Porto sem falar da famosíssima francesinha. Pão tostado com camas de fiambre, mortadela, linguiça, salsicha fresca, bife de vaca e lençóis de queijo derretido no topo. Mergulhada num molho especial que pode ser mais ou menos picante e que pode ser acompanhado com ovo e batata frita.

FRANCESINHA
FRANCESINHA

Atualmente já existem várias versões incluindo frango e vegetarianas. No restaurante Lado B é possível pedir uma francesinha vegetariana com queijo vegan. Se já está a crescer água na boca, o melhor é uma cerveja para acompanhar, mas para ser um portuense a sério pode pedir um “fino” ou “um príncipe”. No fim da refeição beba um “cimbalino”!

CIMBALINO
CIMBALINO

RESTAURANTES NO PORTO

TABERNINHA DO MANEL

Sempre que vou ao Porto vou à Taberninha do Manel! Um restaurante localizado nas margens do Douro em Vila Nova de Gaia. É perfeito para quem gosta de tapas bem regadas por um tinto! O espaço é aconchegante, o pessoal simpático, a comida muito boa e o preço justo para a qualidade e personalidade da casa. No Google conta com mais de 2400 comentários (!) e uma classificação de 4,4 estrelas (num máximo de 3). É um restaurante de 2 cifrões.

SE GOSTOU DESTE ARTIGO TAMBÉM VAI GOSTAR DE…

lisboa
LISBOA (clique na imagem)
sintra
SINTRA (clique na imagem)