VILA POUCA de AGUIAR: Guia COMPLETO! (2021)

Vila Pouca de Aguiar nasceu num vale que fica entre a serra da Padrela e a serra do Alvão. Quem a visita pode contar com uma natureza luxuriante, com o mágico parque das Pedras Salgadas e uma magnífica gastronomia. Se precisa de retemperar as suas forças, encontrou o sítio certo!

VILA POUCA DE AGUIAR

A história do último século de Vila Pouca de Aguiar está inevitavelmente associado com o parque das Pedras Salgadas. Em 1920, 30, 40 e 50, as termas das Pedras Salgadas eram visitadas por milhares de turistas que aqui retemperavam energias e curavam os seus males digestivos. Para esta dinâmica muito contribuiu também o casino das termas, um palacete imponente com salão de festas e jogo (apesar de ilegal era uma prática comum na época).  

Mas tudo muda! Hoje em dia, é uma vila com 3303 habitantes e menos procurada do que no passado. Mas saiba que perto de Vila Pouca de Aguiar encontrará um número vastíssimo de parques, paisagens deslumbrantes e atrações turísticas magníficas de que lhe falaremos ao longo deste artigo.

VILA POUCA DE AGUIAR
VILA POUCA DE AGUIAR

ONDE FICA VILA POUCA DE AGUIAR?

Vila Pouca de Aguiar fica localizado bem no centro do distrito de Vila Real. Se partir do Porto conte com uma viagem de 121 quilómetros que se percorrem em 79 minutos. Se o seu ponto de partida é Lisboa, conte com um percurso de 402 quilómetros (4 horas e 4 de minutos de viagem).

Independentemente do seu ponto de partida, saiba que os acessos rodoviários há muito que deixaram de ser um problema para lá chegar. Aqui ficam as principais ligações rodoviárias para Vila Pouca de Aguiar.

ligações rodoviárias para vila pouca de aguiar
LIGAÇÕES RODOVIÁRIAS PARA VILA POUCA DE AGUIAR

O QUE VISITAR EM VILA POUCA DE AGUIAR?

Atualmente não é um local de grande procura turística, mas continua a ser um sítio muito belo e um excelente destino de viagem! Lá, vai encontrar muitas coisas interessantes para fazer e visitar. Para poder organizar os seus passeios de uma forma mais eficiente, preparámos-lhe um mapa. Esperamos que seja útil!

ANTA DE VILA POUCA DE AGUIAR

Assim que chegamos a Vila Pouca de Aguiar deparamo-nos com um monumento megalítico no meio da rotunda. Uma herança da pré-história entre tantas outras existentes nesta região do país. As antas (também chamadas de dólmens), são dos mais antigos vestígios da presença humana no planeta.

Anta de vila pouca de aguiar
ANTA DE VILA POUCA DE AGUIAR

CENTRO DE VILA POUCA DE AGUIAR

Vila Pouca de Aguiar é um lugarejo muito pequeno que se percorre rapidamente. Sugiro que ande um pouco a pé e que visite o posto de turismo. Se o fizer, conseguirá não só conhecer um pouco do “centro” da vila como também obter algumas brochuras das principais atrações da região.

centro de turismo de vila pouca de aguiar
CENTRO DE TURISMO

PEDRAS SALGADAS SPA & NATURE PARK

São 10 minutos de carro e uma distância de 6,9 quilómetros entre Vila Pouca de Aguiar e Pedras Salgadas (uma das freguesias do concelho). Construído na 2ª metade do século passado, é, provavelmente, o parque mais bonito da região. São 20 hectares de uma flora e de uma fauna muito rica que fazem do parque um local magnífico para um passeio retemperador.

pedras salgadas park
PEDRAS SALGADAS PARK

Piscinas, percursos pedestres e um grande lago são as principais atracções do parque que convidam a um passeio a pé ou de bicicleta.  

LAGO DO PARQUE DAS PEDRAS SALGADAS - VILA POUCA DE AGUIAR
LAGO DO PARQUE

São vários os elementos patrimoniais do parque. Destacam-se o casino e o balneário termal que foi requalificado pelo arquitecto Siza Vieira.

casino das pedras salgadas
CASINO DAS PEDRAS

As diversas fontes termais, entre as quais a magnífica fonte de Pedras Salgadas, é algo que não deve perder!

ÁGUA DAS PEDRAS

A primeira vez que visitei a fonte das Pedras Salgadas foi em 1986 (tinha na altura 9 anos), acompanhado pela minha saudosa avó que de lá era proveniente. Ficou-me na memória a força da água da nascente. É incrivelmente mais gaseificada do que a água a que temos acesso nas garrafas de água das pedras. Uma experiência que resiste na minha memória à passagem do tempo.

NASCENTE PEDRAS SALGADAS
NASCENTE DA ÁGUA DAS PEDRAS

A qualidade das águas das pedras salgadas desde cedo foram descobertas pelos locais. Água com poderes curativos que era utilizada para os problemas que atormentavam quem por ali morava. Já no decorrer no século XIX, as suas características únicas eram conhecidas para lá das fronteiras. Quem sofria de problemas gástricos, em Portugal ou no estrangeiro, procurava as pedras Salgadas na esperança de aqui encontrar a solução para as suas maleitas.

Em 1873, numa exposição em Viena, a água das pedras é finalmente premiada. Este reconhecimento deu um importante impulso na construção de um balneário termal.  Em 1879, as termas das Pedras abrem as suas portas e recebem inúmeras personalidades ilustres da época. Em 1884, foram descobertas novas nascentes.

Com o passar do tempo e com o cabal reconhecimento dos poderes curativos das águas, mais e mais pessoas procuravam as termas. Esta crescente afluência do turismo de saúde abriu espaço para a construção de três hotéis no interior do Parque. Em 1907, com a chegada dos caminhos de ferro (do Corgo a Pedras Salgadas), é dado mais um impulso no desenvolvimento turístico da região.

SPA DAS TERMAS PEDRAS SALGADAS
SPA DAS PEDRAS SALGADAS

A partir da década de 1990, a sua história é semelhante aos outros grupos de nascentes explorados por esta empresa, sendo transacionada entre os grupos Sousa Cintra, Jerónimo Martins e finalmente Unicer (em 2002). É em 2009 que renasce o Spa Termal de Pedras Salgadas, um exemplar clássico da arquitetura portuguesa, agora modernizado pela mestria de Siza Vieira.

ECO HOUSES DAS PEDRAS SALGADAS

A implementação das primeiras Eco houses, cuja autoria esteve a cargo do arquiteto Luís Rebelo de Andrade, confere ao Parque de Pedras Salgadas a inovação e modernidade, reflexo da evolução arquitetónica própria da era atual. Surge assim, em 2012, um novo conjunto turístico de 4 estrelas, de seu nome “Pedras Salgadas spa & nature park”.

ECO HOUSES PEDRAS SALGADAS CONCELHO DE VILA POUCA DE AGUIAR
ECO HOUSES DAS PEDRAS SALGADAS

CASTELO DE AGUIAR

O castelo foi construído entre o século IX e X e tem como base um gigantesco pedregulho granítico. É o resultado de uma conjugação entre as condições geográficas da região e a capacidade humana. Os acessos ao castelo são bons e o seu miradouro (no topo do forte) oferece uma magnífica vista 360 de graus. Caso queira visitar o castelo de Aguiar, pode fazê-lo de forma autónoma. Basta dirigir-se ao local e desfrutar!  

castelo de vila pouca de aguiar
CASTELO DE AGUIAR

BARRAGEM DA FALPERRA

8 minutos de carro e apenas 5 quilómetros distam entre Vila Pouca de Aguiar e a albufeira da Falperra. A barragem é também chamada de Lagoa do Alvão. Integra o “sítio de interesse comunitário Alvão/Marão” que foi criado ao abrigo do projeto Rede Natura 2000. Um projeto que pretende preservar a fauna e flora da região.

Na barragem encontrará um parque recreativo no meio de um intensivo arvoredo. Por toda a área encontrará enormes pedregulhos (tecnicamente chamam-se fragas) espalhados pelo lago. É também perfeito para aqueles que gostam de fazer caminhadas. Aqui encontrarão vários trilhos pedestres ideais para a conjugação entre repouso, lazer e saúde.

BARRAGEM DA FALPERRA, VILA POUCA DE AGUIAR
BARRAGEM DA FALPERRA

ANTIGA IGREJA MATRIZ DE VILA POUCA DE AGUIAR

Um templo católico construído em 1744. Apresenta-se simples, discreto mas belo. Tem uma fachada sóbria e uma torre com 4 sineiras. No interior destaca-se uma pintura que alude aos 4 evangelistas. As suas arcadas laterais são de granito e emprestam grandiosidade à igreja.

ANTIGA IGREJA MATRIZ DE VILA POUCA DE AGUIAR
ANTIGA IGREJA MATRIZ DE VILA POUCA DE AGUIAR

ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE VILA POUCA DE AGUIAR

Uma estação que pertenceu à encerrada Linha do Corgo e que servia a localidade de Vila Pouca de Aguiar. Foi inaugurada em 1907 e encerrada em 1990. Em Janeiro de 2021, a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar anunciou um investimento de 700 mil euros na recuperação da estação que será transformada no novo posto turístico da região! Grande notícia! É assim que ficará a “nova” estação que trará mais gente e mais turistas à região! Um investimento que poderá recuperar e desenvolver a economia da vila e o parque das Pedras Salgadas .

 ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE VILA POUCA DE AGUIAR
NOVA ESTAÇÁO FERROVIÁRIA DE VILA POUCA DE AGUIAR (PROJETO)

MUSEU MUNICIPAL PADRE JOSÉ RAFAEL RODRIGUES

Desde 2007 que o museu fica dentro da Antiga casa do Condado. O museu Municipal de Vila Pouca de Aguiar dar-lhe-á uma perspetiva histórica da evolução da região. Durante a sua visita, compreenderá a relação dos locais com os recursos naturais da área. Ao longo da história, estes recursos foram sempre um elemento presente e essencial no desenvolvimento da região. No museu, terá também a oportunidade de observar vestígios arqueológicos que foram recolhidas no decorrer das últimas décadas.

MUSEU MUNICIPAL VILA POUCA DE AGUIAR
MUSEU MUNICIPAL DE VILA POUCA DE AGUIAR

CAPELA DO SENHOR (Vila Pouca de Aguiar)

Uma capela do século XVIII composta por uma torre, uma capela-mor, uma nave e uma sacristia. A fachada é simples mas bonita. O interior da capela tem um coro-alto, um altar mor de talha branca e dois retábulos laterais.

capela do senhor, vila pouca de Aguiar
CAPELA DO SENHOR (Vila Pouca de Aguiar)

MIRADOURO DE NOSSA SENHORA DO MINHEU

É na serra do Alvão, a 5 quilómetros de Vila Pouca de Aguiar, que encontramos o miradouro do Minheu. Eleva-se a 1200 metros e oferece a quem o visita uma das mais impressionantes vistas da região. Lá, podemos também admirar o santuário da nossa senhora do Minheu, local onde se reúnem regularmente fiéis para celebrar a missa.

nossa senhora do minheu
MIRADOURO DE NOSSA SENHORA DO MINHEU

CAPELA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS (Bornes de Aguiar)

Bornes fica localizado a 8 quilómetros de Vila Pouca de Aguiar. Uma pequena distância para admirar uma capela do século XVII, com uma fachada simples. Conta com uma nave e uma capela mor. Tem um estilo barroco e maneirista. No interior podemos ver duas capelas (nas laterais) que ficam frente a frente e que são ornamentadas com talha dourada. Há ainda um coro alto no interior do templo.

capela sagrado coração de jesus - bornes de aguiar
CAPELA DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS (Bornes de Aguiar)

PONTE ROMANA DE OLA

A ponte romana de Ola fica em Bragado, a 17 quilómetros e 17 minutos de Vila Pouca de Aguiar. É, na nossa opinião, a mais bela ponte romana desta região. Até hoje ninguém conseguiu identificar com exatidão a sua data de construção. Tem 3 arcos.

ponte romana de Ola
PONTE ROMANA DE OLA

QUINTA DO LAMEIRO

Fica a 12 minutos de carro e a uma distância de 8 quilómetros de Vila Pouca de Aguiar. Uma quinta equestre onde se respira calma e tranquilidade. Local perfeito para passar um dia diferente a passear ou a andar a cavalo. A quinta tem aulas para adultos e para crianças. O espaço tem ainda um parque de atividades e um bar em madeira muito giro. Os animais estão super bem tratados e todo o staff é de grande simpatia e competência. Também é possível acampar.

quinta do lameiro
QUINTA DO LAMEIRO

COMPLEXO MINEIRO ROMANO DE TRESMINAS

16,6 quilómetros e 23 minutos (de carro) separam Vila Pouca de Aguiar da freguesia de Tresminas. O complexo mineiro Romano de Tresminas foi, no tempo dos Romanos, uma importantíssima exploração de ouro. Os primeiros dois séculos depois do nascimento de Cristo foram caracterizados por uma intensa atividade mineira (ouro, chumbo e prata). Essa intensa atividade produziu um grande número de poços e galerias subterrâneas. O seu bom estado de preservação valeu-lhe a classificação de imóvel de Interesse público  (ganha em 1997). Atualmente, é possível visitar as galerias e seguir os trilhos sinalizados. A visita é feita por um guia turístico (é necessária marcação prévia).

Complexo Mineiro Romano de Tresminas
COMPLEXO MINEIRO ROMANO

CENTRO INTERPRETATIVO DE TRESMINAS

A aldeia de Tresminas fica a 22 minutos (16 quilómetros) de Vila Pouca de Aguiar. Fica localizado no coração da aldeia e quem visita o centro fica a conhecer em profundidade a “tecnologia” usada pelos Romanos na extração do ouro. O centro tem áreas de exposição interiores e exteriores. Uma autêntica viagem no tempo, muito interessante!

centro interpretativo de tresminas
CENTRO INTERPRETATIVO DE TRESMINAS

PERCURSOS PEDESTRES NAS TRESMINAS

Se gosta de caminhar vai gostar de saber que nas Tresminas há 3 percursos assinalados. Caminhar por aqui vai dar-lhe a oportunidade de ver e sentir a floresta, de ver colmeias nas encostas e conhecer sítios com paisagens encantadoras. Aqui ficam duas sugestões de Trilhos:

TRILHO DOS MIRADOUROS

É o menos exigente e tem 1000 metros de extensão. Se o fizer vai ter a oportunidade de passar pela Corta da Cova e pela Corta da Ribeirinha, dois sítios onde se realizava a extração do ouro.

trilho dos miradouros tresminas vila pouca de aguiar
TRILHO DOS MIRADOUROS – TRESMINAS

TRILHO DA CORTA DA RIBEIRINHA

Um trilho de 1400 metros e que só pode realizar com um guia dado que o percurso passa pela Galeria dos alargamentos, uma mina acessível apenas aos guias turísticos.

percursos pedestres tresminas vila pouca de aguiar
TRILHO PEDESTRE EM TRESMINAS

IGREJA MATRIZ DE TRESMINAS

Uma igreja românica (ou seja, influenciada pela arquitetura dos romanos) muito bela e antiga. Fica inserida num espaço muito tranquilo e agradável. Tem uma nave apenas e no interior podemos ver tetos de madeira e um retábulo-mor barroco (o barroco é um estilo artístico que surgiu entre o século XVI e XVIII).

igreja matriz de tresminas
IGREJA MATRIZ DE TRESMINAS

VISITA VIRTUAL A VILA POUCA DE AGUIAR

HISTÓRIA DE VILA POUCA DE AGUIAR

Era conhecida como terras de Aguiar de Pena. Acredita-se que a palavra pena estivesse relacionada com o velho castelo que detinha o mesmo nome, da Pena, o qual se encontrava num enorme penedo. A palavra Aguiar estaria relacionado com o possível aglomerado de águias que por lá habitavam. A ocupação desta área é muitíssima antiga. Já no período megalítico (2400 ac), os homens habitavam esta região. São diversos os vestígios arqueológicos (antas e sepulturas) que tornam robusta esta hipótese.

No final do século III AC inicia-se a ocupação romana deste território. Mais tarde, foram os Bárbaros (Suevos e Visigodos) e também os muçulmanos quem aqui viveram. Foi em 1515 (não se esqueça que Portugal foi fundado em 1143), que Dom Manuel concedeu o primeiro foral a Aguiar de Pena.  

O QUE VISITAR PERTO DE VILA POUCA DE AGUIAR?

Em Vila Pouca de Aguiar e nas suas imediações há um elevadíssimo número de coisas interessantes para visitar e fazer. Três dias não serão demasiados para poder ver com calma e tranquilidade o que de melhor há para admirar nesta região. Se optar por uma estadia um pouco mais longa, pode também visitar outros lugares um pouco mais distantes mas suficientemente perto para fazerem parte da sua lista. Aqui ficam 4 sugestões e um mapa para o ajudar a organizar com eficiência os seus passeios. Divirta-se!

MONDIM DE BASTO
MONDIM DE BASTO (clique na imagem)

De Vila Pouca de Aguiar a Mondim de Basto distam 47 quilómetros, uma distância que se percorre em 43 minutos. Uma viagem ao Portugal profundo e ao Portugal das paisagens de cortar a respiração. Se aceitar a nossa sugestão, entre outras coisas, não deixe ver o parque Natural do Alvão, os espigueiros na aldeia de Travassos, as quedas de água do Bilhó e claro, a senhora da Graça, local mítico onde termina a etapa rainha da volta a Portugal em bicicleta.  

VILA REAL
VILA REAL

27 minutos e 31 quilómetros separam Vila Pouca de Aguiar de Vila Real. A cidade de Vila Real fica localizada a 450 metros de altitude num planalto de grande beleza. Se visitar o centro da cidade vai encontrar um casario único, onde predomina o estilo aristocrático. A sua beleza natural é a sua grande atração turística mas Vila Real tem ainda mais para oferecer: bairros tradicionais, parques naturais, parques florestais e uma atividade cultural intensa. A não perder!

MONTALEGRE

1 hora e 67 quilómetros separam Vila Pouca de Aguiar de Montalegre. Uma beleza divina, é assim que podemos definir Montalegre! Lagoas, cascatas, uma vegetação luxuriante e uma aldeia que paira sobre a água. Mas há muito mais para ver! Castelos, igrejas, mosteiros, pontes e muitas outras surpresas! Se quer saber tudo sobre Montalegre clique na imagem! Absolutamente imperdível!

MIRANDELA

79 quilómetros e 56 minutos separam Vila Pouca de Aguiar e Mirandela. Uma cidade nas margens do rio Tua no Norte de Portugal. É lá que podemos ver o Palácio dos Távoras ou o palácio dos condes de Vinhais. Em todo o concelho de Mirandela podem ser encontrados vestígios pré-históricos como castros e monumento megalíticos. A gastronomia é também um dos pontos fortes da cidade com especial destaque para a alheira de Mirandela.

HOTEIS EM VILA POUCA DE AGUIAR

Há bastantes opções de alojamento em vila Pouca de Aguiar. Optamos por vos recomendar aquele que apresenta, de acordo com os dados Google, a melhor relação entre qualidade e preço.

CASA FONTES

É um hotel de apenas 1 estrela mas tem mais de 160 comentários no Google e uma classificação geral de 4,8 estrelas (a mais elevada de todos os alojamentos da região). Os elogios dos clientes referem quartos grandes, um ambiente acolhedor e um staff muito simpático. Excelente relação qualidade / preço. Fica em Bornes de Aguiar, a apenas 11 minutos e a 8 quilómetros de Vila Pouca de Aguiar.

casa fontes vila pouca de aguiar
CASA FONTES

RESTAURANTES EM VILA POUCA DE AGUIAR

RESTAURANTE COSTA DO SOL

Restaurante de 2 cifrões (num máximo de 3). Classificação geral de 4,3 (num máximo de 5 estrelas). Mais de 200 comentários na internet. Restaurante com ambiente aconchegante e com uma vista simpática para um jardim e para uma piscina. A carne maronesa é muitas vezes referida no comentários google.

VILA POUCA DE AGUIAR RESTAURANTE COSTA DO SOL
RESTAURANTE COSTA DA SOL

RESTAURANTE TOCA DA RAPOSA

Mais de 360 comentários no Google e uma classificação geral de 4,2 (em 5). A francesinha é muito elogiada entre os comentários. Cotado com um cifrão (em 3 possíveis), parece ter uma excelente relação entre preço e qualidade. A simpatia do pessoal é também muitas vezes citada.

RESTAURANTE TOCA DA RAPOSA
RESTAURANTE TOCA DA RAPOUSA

SE GOSTOU DESTE ARTIGO TAMBÉM VAI GOSTAR DE…

MONDIM DE BASTO
MONDIM DE BASTO
PESO DA RÉGUA
PESO DA RÉGUA