Visitar VOUZELA: Natureza, Gastronomia e História! (2021)

Vouzela é um lugar de singular beleza, presenteado pela natureza com rios, animais, serras e frondosas matas. Aqui a história desdobra-se desde tempos muito antigos e é até hoje relatada nos monumentos, estradas, ruas e recantos, que aguardam ser descobertos.

VOUZELA

Venha sem pressa, porque Vouzela convida a passear pelas suas ruas históricas e pela sua natureza. Há várias opções para descobrir este concelho. Tem à sua disposição nove percursos pedonais bem assinalados. Os mais desportistas podem escolher entre sete percursos de BTT. É também possível percorrer de carro a Rota do Megalitismo – Gigantes de Pedra – que o apresenta aos vários monumentos pré-históricos do concelho.

Depois de um belo passeio, pode sentar-se tranquilamente a saborear os pratos típicos da gastronomia regional.

Em Vouzela vai encontrar um bosque que alberga uma enorme biodiversidade. Também uma combinação de elevações e vegetação que resultam em paisagens de grande beleza (servem de exemplo a Mata da Penoita e a Mata de nossa senhora do Castelo.

vouzela vista para a ponte

É ainda em Vouzela que encontramos uma planta rara chamada “Loendro”. A maior concentração pode ser vista na ribeira de Cambarinho durante os meses de Maio e Junho. Um período perfeito para visitar o concelho e passear por este e outros locais mágicos nas imediações.

ONDE FICA VOUZELA?

Vouzela é uma vila da Beira Alta, pertencente ao distrito de Viseu, na região de Lafões. Se parte de Lisboa, vai demorar praticamente 3 horas para percorrer os 304 quilómetros que separam a capital de Vouzela. Se mora no Porto, percorrerá 105 quilómetros e demorará 1h06.

O QUE VISITAR em VOUZELA e nas suas imediações?

São quase infindáveis os locais a visitar em Vouzela e arredores. Na Serra do Caramulo, que abrange vários conselhos, incluindo o de Vouzela, enchem-se os pulmões de ar puro e lavam-se os olhos do corpo e da alma com a pureza e a beleza da natureza. As termas de S. Pedro do Sul, a menos de 10 minutos, são também uma ótima proposta para um dia relaxante. Para que possa organizar a sequência dos seus passeios, preparámos com as principais atrações de Vouzela. Esperamos que vos seja útil!

CENTRO HISTÓRICO de VOUZELA

No centro da vila de Vouzela, a história conta-se sozinha pelas ruas. Aqui e acolá encontra-se um brasão e, de rua em rua, espreita um edifício que nos narra um outro tempo. A Igreja Matriz, dedicada a Nossa Senhora da Assunção, é um importante Monumento Nacional, com traços do estilo românico e gótico. A igreja será o que ainda resta de uma antiga basílica ou mosteiro do século XI. A estrutura arquitetónica mais singular desta edificação é a torre sineira. Habitualmente encontramos as torres sineiras integradas lateralmente nas fachadas, por vezes, são uma estrutura vertical independente, que se encontra em frente à igreja, ou ao lado. No entanto, esta torre eleva-se numa espécie de parede, encimada por dois sinos, a poucos metros da fachada da igreja, escondendo-a completamente.

IGREJA MATRIZ DE VOUZELA

Na Praça da República, destacam-se o Pelourinho, a casa das Ameias e a Igreja da Misericórdia. Esta igreja é um belo exemplar da arte barroca. Foi construída no século XVII e reedificada no século XVIII. Na fachada, de azulejo azul e branco, reina no nicho central uma bonita imagem em pedra de Nossa Senhora da Conceição, com a Lua sob os seus pés.

IGREJA DA MISERICÓRDIA EM VOUZELA

Foi erigida em 1593 tendo tido uma renovação profunda em 1647. A fachada principal sobressai pelas suas cores e beleza. Um monumento situado bem no centro da vila. Lamentavelmente não são permitidas visitas ao interior da igreja. Só a fachada é que pode ser admirada por quem a visita.

IGREJA DA MISERICÓRDIA EM VOUZELA

PELOURINHO DE VOUZELA

O pelourinho de Vouzela data do século XVIII e é formado por base, coluna, capitel e remate. Ergue-se sobre uma base de pedra formada por três degraus e fica quase em frente da igreja da Misericórdia.

pelourinho de vouzela

Na rua de São Frei Gil a Ponte Romana atravessa o Rio Zela. Embora seja conhecida por este nome, a ponte será bastante posterior à época romana. Seja como for, a verdade é que confere a esta rua um encanto romântico.

ponte romana em Vouzela

A Capela de S. Frei Gil, na Praça Conselheiro Morais de Carvalho, é outro ponto de referência do centro histórico da vila. Data do início do século XVII e sobressai pela sua adornada fachada.

São Frei Gil é o padroeiro local, que nasceu e morreu em Vouzela. A Capela guarda o maxilar inferior de São Frei Gil, relíquia para veneração dos fiéis. Desde 1925, assim se canta no hino de Vouzela:  

CAPELA DE SÃO FREI GIL

Um monumento religioso erigido no século XVIII em homenagem ao padroeiro de Vouzela (São Frei Gil, 1185-1190). Uma capela com uma fachada particularmente bonita. Bem no centro histórico da cidade. Um sitio a visitar por crentes e não crentes.

capela de são frei gil vouzela

Vouzela, ninho de encantos,

Nem só és bela e gentil,

És também berço de santos,

A terra de São Frei Gil!

MUSEU MUNICIPAL DE VOUZELA

O Museu Municipal, em frente à Capela de S. Frei Gil, ocupa o edifício do antigo tribunal e cadeia, que ainda ostenta no alto da fachada o sino das audiências. Sobre a porta principal sobressai o brasão mais antigo da região de Lafões.

A exposição permanente do museu é dedicada à arte sacra. Há também espaços de exibição etnográfica, arqueológica e ainda uma Sala do Brinquedo, destinada aos brinquedos antigos.

MUSEU MUNICIPAL DE VOUZELA

O Museu Municipal pode ser visitado de segunda a sexta-feira no período da manhã, entre as 9h30 e as 13h ou no período da tarde, entre as 14h00 e as 17h30 (no verão) ou 17h (no inverno). Ao fim de semana, as visitas são apenas no período da tarde.

O museu disponibiliza visitas guiadas, desde que solicitadas.

CASA DOS TÁVORAS

Quem nunca ouviu a expressão “azar dos Távoras”? Pois esta casa pertencia à malograda família dos Távoras. Aquela que foi (injusta e barbaramente) executada em Belém (Lisboa), a mando do não menos bárbaro Marquês de Pombal. Esta casa era (apenas) mais uma das muitas casas e palacetes que pertencia à família dos Távoras. Feita em pedra e localizada na rua principal de Vouzela.

casa dos távoras em Vouzela

PONTE FERROVIÁRIA

Sobre o rio Zela ergue-se a antiga ponte ferroviária, uma imponente construção, com quinze arcos, de grande beleza arquitetónica e com um enquadramento paisagístico privilegiado. Em 1914, por esta ponte, chegaram os caminhos de ferro a Vouzela, trazendo consigo grande prosperidade para a vila. Em 1990 deixaram de passar comboios e a ponte foi convertida em caminho pedonal. A travessia da ponte sobre o rio deu lugar a um miradouro com uma vista fantástica.

PONTE FERROVIÁRIA DE VOUZELA

Uma bela locomotiva a vapor encontra-se nas imediações da ponte, guardando memória dos tempos antigos, de que muitos ainda se recordam.  A locomotiva encontra-se sobre um troço do trilho ferroviário. Está tão bem conservada que parece em vias de partir de novo!

ARTESANATO DE VOUZELA

O artesanato tradicional de Vouzela distingue-se pela cestaria, pelas colchas da região e pelos belos trabalhos em linho. 

ARTESANATO DE VOUZELA

Todos os anos, em Agosto, decorre a Feira de Artesanato, integrada nas Festas do Castelo.

TORRE DE CAMBRA

Na freguesia de Cambra, no concelho de Vouzela, entre os rios Couto e Alfusqueiro ergue-se uma torre medieval, conhecida como Torre de Cambra. O modelo arquitetónico inspirou-se nas torres dos castelos medievais, no entanto, não servia para defesa, mas sim de habitação da pequena nobreza rural, que assim procurava afirmar o seu prestígio. Terá sido edificada no século XII ou XIII e habitada até ao século XVI ou XVII.

TORRE DE CAMBRA VOUZELA

Em Cambra, pode também aproveitar para conhecer a antiga bela Igreja Paroquial do século XVIII.

TORRE DE VILHARIGUES

A Torre de Vilharigues tem uma construção semelhante à Torre de Cambra. É também um ponto interessante a visitar em Vouzela. Restam apenas duas paredes exteriores, consegue-se ver toda a estrutura interior.

TORRE DE VILHARIGUES VOUZELA

Este espaço foi bastante valorizado pela intervenção de obras de requalificação.

MATA DA PENOITA

A Mata da Penoita é uma das riquezas naturais de Vouzela. Tem uma vasta área arborizada onde predominam carvalhos, bétulas e castanheiros, proporcionando um ambiente fresco e convidativo para um passeio de verão.

Neste espaço, os apreciadores de piqueniques podem contar com um parque de merendas, abrigado à sombra das árvores.

Quem prefere caminhar, tem à sua disposição um trilho devidamente sinalizado, com dois percursos opcionais, um de 4 Km e outro de 13 Km. Alguns pontos de destaque deste trilho são a Pia da Barca, uma grande pedra em forma de barca, o Dólmen da Malhada do Cambarinho (um monumento tumular pré-histórico), a Aldeia de Covas, típica da região, construída com pedras e madeira, e o menir Bicão dos Conqueiros, outro monumento pré-histórico. Entre o Dólmen da Malhada e a Aldeia de Covas, o trilho atravessa algumas linhas de água, o que, no inverno, pode requerer alguma cautela.

MATA DA PENOITA

Embora os incêndios de 2017 tenham afectado consideravelmente a Mata da Penoita, há uma vasta zona verde que permanece, continuando a ser uma excelente zona a conhecer. 

MATA DE NOSSA SENHORA DO CASTELO (VESTÍGIOS OCUPAÇÕES ANCESTRAIS)

A mata de Nossa Senhora do Castelo, que hoje impõe a sua beleza, é fruto de um processo de reflorestação. Este processo foi resultante de uma iniciativa popular, que teve lugar em 1908.

No cimo do monte encontra-se a Capela de Nossa Senhora do Castelo e, nas proximidades, um miradouro fabuloso, de onde se avista vale do rio Vouga.

Capela de Nossa Senhora do Castelo VOUZELA

De acordo com alguns escritos medievais, coroando o monte, haveria um castelo, no lugar agora ocupado pela capela, também conhecida como Ermida de Nossa Senhora do Castelo. No entanto, do castelo não resta qualquer vestígio. O único testemunho arqueológico da existência de um povoado naquele local, são duas sepulturas ancestrais, possivelmente da Idade Média. As sepulturas foram cavadas na rocha granítica e encontram-se nas imediações da Capela.

Para melhor explorar esta mata, pode seguir o percurso pedonal circular, com início e fim no Parque da Liberdade, no centro da vila de Vouzela. O auge da caminhada é o cume do Monte de Nossa Senhora do Castelo. Ao longo do caminho é possível avistar animais como raposas, doninhas, ouriços-cacheiros, sardões, rãs e muitos outros. É um percurso, de dificuldade média, com cerca de 7,5Km.

LOENDRO EM VOUZELA (reserva Botânica de Cambarinho)

Na Reserva Botânica de Cambarinho, no conselho de Vouzela, encontra-se a mais vasta área de loendros do país. Hoje o loendro é uma espécie rara e protegida, mas em tempos era muito comum na vegetação da Península Ibérica.

LOENDRO EM VOUZELA

O loendro de Vouzela é um arbusto de folha verde escura e flores roxas, muito diferentes das habituais cores do loendro comum. Entre maio e junho dá-se apogeu da floração do loendro. É esta a melhor altura para visitar a Reserva Botânica de Cambarinho e disfrutar dos mais belos passeios pela natureza.

VISITA VIRTUAL AO CONCELHO DE VOUZELA

HISTÓRIA DE VOUZELA

Costuma dizer-se que todos os caminhos vão dar a Roma, mas hoje apetece dizer que todos os caminhos vão dar a Vouzela. Isto, porque nesta povoação se interceptavam várias estradas romanas, fazendo de Vouzela um ponto de passagem incontornável para os viajantes. Na Idade Média, estas estradas foram vias importantes para o comércio e abastecimento local.

Mais tarde, Vouzela tornou-se poiso intermédio para as cortes de Lamego, quando se deslocavam a Lisboa. Estrada vai, estrada vem, nos caminhos do tempo, Vouzela foi sendo enriquecida com casas senhoriais, quer de ilustres viajantes, quer de algumas nobres famílias da terra.

A etimologia (origem) da palavra Vouzela tem sido alvo de discussão. A teoria com mais adeptos defende que a palavra resulta da fusão entre Vouga e Zela. O local é habitado desde o período do Neolítico (período entre 10.000 AC e 3000 AC). Para comprovar esta teoria, podemos visitar o Castro da senhora do castelo (aglomerado de casas apoiada por construções de defesa). Há registos escritos que referem esta povoação no ano de 1083. Os primórdios do concelho estão relacionados com o velho concelho de Lafões. Em 1836, deu-se uma divisão de Lafões e desta separação sugiram São Pedro do Sul e Vouzela.

O QUE VISITAR PERTO DE VOUZELA?

A região de Vouzela é uma região de uma enorme beleza natural e há muito para ver e disfrutar por lá. Mas se lhe sobrar algum tempo, então saiba que, razoavelmente perto, há ainda outras cidades e localidades que pode visitar para enriquecer ainda mais a sua viagem. Aqui fica um mapa com 4 sugestões, cada uma delas apontando para um diferente ponto cardeal.

sever do vouga
SEVER DO VOUGA (PERTO DE VOUZELA)

Sever do Vouga fica entre rios, montes, vales e quedas de água que convidam à reflexão e ao descanso. Uma terra encantadora que mantém as suas tradições artesanais e os sabores mais antigos da sua cozinha. São mais de 130 quilómetros quadrados de território, cruzados por rios e afluentes. Uma terra cheia de interesses onde se destacam a arte rupestre e a beleza sem fim das muitas quedas de água.

VISEU (PERTO DE VOUZELA)

Viseu é também chamada de Cidade-jardim. Uma designação que ostenta desde 1936 e que fala por si só. A cidade tem um universo de atrações para oferecer a quem a visita. Jardins luxuriantes, museus interessantíssimos, praças e museus que apelam à reflexão e à tranquilidade. E se tem um interesse particular por gastronomia e por “street art”, então encontrou o local perfeito, Viseu!

TONDELA (PERTO DE VOUZELA)
TONDELA (PERTO DE VOUZELA)

A serra do Caramulo é o expoente máximo do concelho de Tondela. Uma região onde predominam espaços verdejantes, rios e percursos onde pode passear a pé ou de bicicleta. Se gosta de aldeias recônditas, com alma, história e uma gastronomia ancestral e magnífica, comece já a organizar a sua visita a Tondela! Se lá for, não deixe de beber um copinho de vinho do Dão!

CASTRO DAIRE (PERTO DE VOUZELA)
CASTRO DAIRE (PERTO DE VOUZELA)

Castro Daire tem um encanto único! Um lugar que o leva à história mais remota do nosso planeta. Castro Daire combina serra, vales, planaltos e rios. Um lugar que desperta a curiosidade e adiciona conhecimento a quem o visita. Se gosta de paisagens idílicas é aqui que deve passar as suas próximas férias.

GASTRONOMIA

Não se conhece uma terra sem se partilhar a sua mesa, e Vouzela tem muito que partilhar.

A Sopa Seca é um prato emblemático, típico da freguesia de Alcofra. É uma refeição de respeito, de influência alentejana, herdada de tempos antigos. Os ingredientes são pão amanhecido e água do cozido, e é confecionado numa padela de barro e não numa panela. Os restaurantes servem este prato apenas por encomenda.

Guarde uma refeição para se deleitar com a Vitela de Lafões. Pode ser confecionada de inúmeras formas, mas é sempre tenra e saborosa. O segredo é a qualidade da carne, proveniente de animais criados por empresas familiares da região de Lafões, à qual pertence Vouzela.

vitela assada de lafões
Vitela de Lafões

Na doçaria, reina o Pastel de Vouzela, de comer e chorar por mais! Tem uma massa muito fina, estaladiça e delicada, recheada com doce de ovos. Pode provar ao pequeno-almoço, ao lanche, ou se a sua estadia for curta por estes lados, aproveite e delicie-se com um Pastel de Vouzela sempre que lhe apetecer.

pasteis de Vouzela
Pasteis de Vouzela

 O Folar de Vouzela é outra iguaria da doçaria regional, originária de um convento da cidade do Porto. Este folar é um pão adocicado, com um recheio confecionado com açúcar e manteiga.

RESTAURANTES EM VOUZELA

MARGARIDA RESTAURANTE

Restaurante de 2 cifrões (num máximo de 3). Tem mais de 400 comentários no google e uma classificação geral de 4,7 estrelas (num máximo de 5). Os comentários mais elogiosos referem um ambiente muito acolhedor e uma simpatia extrema do pessoal. Relativamente à comida, destacam-se a vitela dourada, a feijoada caseira, arroz de carnes no forno e o arroz de cogumelos.

Margarida restaurante em vouzela

HOTEIS EM VOUZELA

Há muitas e boas opções de alojamento em Vouzela e nas suas imediações. Optámos por sugerir duas possibilidades. A primeira opção trata-se de uma opção mágica a um preço um pouco mais caro (sem ser absurdamente dispendioso). A segunda opção, é uma solução verdadeiramente low cost, o parque de campismo de Vouzela.

PAÇO DE VILHARIGUES

Mais de 170 avaliações e uma classificação de 4,7 estrelas (a mais alta entre todas as opções de alojamento que investigámos).

paço de vilharigues em vouzela

O alojamento fica no meio da natureza, uma opção perfeita para um fim de semana (ou para um período mais longo). Se precisa de relaxar e contactar de perto com a natureza este é o sitio perfeito! Fica a 6 minutos de carro do centro de Vouzela. Tem uma piscina magnífica! Há ainda a referir a simpatia do pessoal e a limpeza extrema.

PARQUE DE CAMPISMO de VOUZELA

O Parque de Campismo de Vouzela fica localizado no monte da mata de Nossa Senhora do Castelo. Tem um enquadramento natural muito bonito e ótimas instalações, que contam com uma excelente piscina. Como não tem site próprio, deixamos aqui os contactos do parque: T. (+351) 232 740 020 | parquecampismo@cm-vouzela.pt

parque de campismo vouzela

SE GOSTOU DESTE ARTIGO TAMBÉM VAI GOSTAR DE…

VILA NOVA DE CERVEIRA (clique na imagem)

Vila Nova de Cerveira nasceu e cresceu junto ao rio Minho. Uma terra com uma história muito antiga. Um lugar verdejante e lindíssimo. Um sítio com alma, história e cultura! O mais difícil em Cerveira é escolher as atrações a visitar.

MONDIM DE BASTO (clique na imagem)

Mondim de Basto fica entre montes e vales, junto ao belo rio Tâmega. A senhora da Graça é um dos locais mais famosos da região. É lá que termina a mais famosa etapa da volta a Portugal em bicicleta! Há muito para ver e conhecer nesta região, mas talvez o belo parque do Alvão seja o ponto mais alto da beleza de Mondim!